Alex recebe sondagens, mas quer ouvir direção do Inter e pretende renovar

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Alexandre Lops/Divulgação/Inter

    Alex pode deixar o Internacional, mas quer ouvir o clube em reunião na próxima semana

    Alex pode deixar o Internacional, mas quer ouvir o clube em reunião na próxima semana

A direção do Internacional trabalha na reformulação do elenco. Vários jogadores devem deixar o clube para 2017. Entre eles estariam nomes importantes como Alex. Por conta das dificuldades financeiras e do enxugamento da folha de pagamento, o armador ídolo do clube poderá ir embora. Mas não é isso que ele pretende, mesmo tendo recebido diversas sondagens. 

Alex tem 34 anos e renovou seu vínculo com o Colorado em junho de 2015. O novo contrato vence no meio do ano que vem. O armador irá voltar de viagem na próxima semana e marcará uma reunião com a nova direção do Internacional. Quer ouvir dos dirigentes se será ou não aproveitado. 
 
O jogador pretende renovar contrato para recolocar o Inter na Série A. Ídolo pelos títulos da Libertadores e do Mundial de 2006, além da Sul-Americana de 2008 e demais conquistas regionais, o armador não quer deixar o clube desta forma. Foi um dos que mais sentiu a queda para segunda divisão e tão logo acabou o jogo contra o Fluminense, que definiu o rebaixamento, já garantiu o desejo de seguir no clube. 
 
Caso a direção do Internacional informe nesta reunião que não pretende contar com os serviços dele, Alex passará a buscar um novo destino. Até então, ele sequer considerou as sondagens recebidas. Ele já foi procurado por clubes do Brasil e do exterior. Entre eles, destinos do mercado Árabe, onde ele atuou entre 2012 e 2013. Além disso, o Botafogo e o Cruzeiro já tentaram tirar Alex do Inter em outros momentos. Ambos sem sucesso. 
 
Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, dependerá tudo do encontro na próxima semana. Se sentir-se desprestigiado, Alex passa a negociar sua saída do Internacional. E para permanecer precisa necessariamente ampliar seu contrato. 
 
Neste ano, o armador oscilou entre a reserva e a titularidade. Foi pouco utilizado no primeiro semestre, mas retomou protagonismo do meio para o fim da temporada. Foi capitão do time em toda conclusão do ano e fechou 2016 com 39 jogos e um gol marcado. 
 

Quer receber notícias do Internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos