Saída de Cuca motiva jogadores a permanecer no Palmeiras em 2017

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco / Fotoarena

    Cuca comandou o Palmeiras no título Brasileiro de 2016

    Cuca comandou o Palmeiras no título Brasileiro de 2016

Cuca deixou o o comando do Palmeiras em alta, como campeão do Brasileiro. A torcida, como não poderia deixar de ser, lamentou a saída do treinador. Porém, a maior parte do elenco encarou a situação de uma maneira que pode surpreender muita gente.

Com a chegada do técnico Eduardo Baptista, muitos jogadores passaram a rever o seu futuro no clube. Segundo atletas, empresários e pessoas ligadas aos palmeirenses ouvidos pelo UOL Esporte, quem estava disposto a ser negociado reviu a sua posição.

Apesar de quase todos destacarem a eficiência do treinador, o perfil do trabalho adotado não agradava muito e as manias do comandante também irritavam. Alguns problemas de relacionamento entre jogadores e treinador aconteceram no decorrer do ano.

"Pode perguntar, a maior parte do time teve problema com ele. Agora, sem ele, tenho certeza que tem muito jogador querendo ficar no Palmeiras. Com quem eu trabalho, por exemplo, a situação mudou de figura com a chegada do Eduardo Baptista", contou um empresário de jogador, que pediu para não ser identificado.

"As pessoas acreditam que podem ter mais chance de mostrar serviço a partir de agora. Se você me perguntar do meu jogador, digo que com o Cuca ele não continuaria no Palmeiras. Agora pode ficar", completou outro agente.

Até mesmo alguns dos principais nomes do Palmeiras na campanha do título também tinham os seus motivos para a insatisfação.

"Ele não dava confiança para os jogadores. Dificilmente você via alguém ser escalado mais de duas ou três partidas em sequência", completou uma pessoa ligada a um dos destaques do time.

Em contato com a reportagem do UOL Esporte, o ex-treinador do Palestra preferiu não comentar a situação. "Não tenho mais nada a ver com o Palmeiras", limitou-se a dizer Cuca, que ainda não definiu o seu futuro.

"Vou resolver meus problemas, vou dar uma saída, e depois vejo alguma coisa. Não dei um tempo, vou resolver uma situação particular. Estou acompanhando o mercado [do futebol] muito de longe", explicou o treinador sobre o período longe dos gramados.

Quer receber notícias do São Paulo de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos