Diego Costa admite que queria deixar o Chelsea: "eu estive prestes a sair"

Do UOL, em São Paulo

  • Peter Nicholls/Reuters

Com contrato com o Chelsea até 2019, Diego Costa admitiu à imprensa inglesa que esteve prestes a deixar o clube na última janela de transferências, no meio do ano de 2016 por questões familiares.

"Sim, eu estava prestes a sair. Eu queria ir? Sim, mas não por causa do Chelsea. Eu estava prestes a...mas, bem, eu estou feliz aqui e é isso", contou Diego Costa.

O atacante explicou que tinha vontade de sair do clube inglês na época por questões familiares. "Eu tive a oportunidade de ir para o Atlético (Atlético de Madri) por causa de algumas coisas: família, a vida que eu tenho lá, mas não por causa do Chelsea, porque, aqui, tem muito apoio dos torcedores, com as pessoas ,então eu estou feliz, estou contente", disse.

Diego Costa voltou a citar a família na sequência da entrevista. "Tinha algumas coisas que eu gostaria de mudar por questões familiares, mas não era pra ser e eu continuei feliz aqui. Eu sabia que eu tinha que melhorar, porque não tem desculpa aqui no Campeonato Inglês. Muitos árbitros estavam contra mim, então se eles não mudam, eu é que tive que mudar", relembrou o atacante, que ainda falou de Antonio Conte.

Antonio Conte chegou ao Chelsea em 2016. "Foi muito importante que o treinador disse para mim que contava comigo desde o começo", completou.

Diego Costa é um dos alvos do futebol chinês, mas depois da entrevista, pode ser que o jogador recuse uma oferta do país asiático. A imprensa informa que o Tianjin Quanjian planeja uma oferta de 80 milhões de libras pelo atacante do Chelsea.

Quer receber notícias do futebol inglês de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos