Inglaterra pode adotar auxílio de vídeo à arbitragem. Mas não antes de 2018

Do UOL, em São Paulo

  • Ian Walton/Getty Images

    Premier League quer mais testes antes de adotar artifício auxiliar

    Premier League quer mais testes antes de adotar artifício auxiliar

O Campeonato Inglês não tem pressa para incluir o vídeo entre as ferramentas de arbitragem, embora os árbitros locais venham sendo alvo de críticas.

No início de 2017, clubes como Liverpool e West Ham fizeram duras críticas aos juízes ingleses. Na segunda-feira (2), o técnico Jürgen Klopp, do time de Anfield Road, afirmou não ter havido falta de Lucas Leiva em Jermain Defoe, em lance no fim do jogo – a cobrança acabou desencadeando um pênalti cometido por Sadio Mané, que o próprio Defoe converteu aos 39 min do segundo tempo. O jogo acabou empatado em 2 a 2.

No mesmo dia, o técnico do West Ham, Slaven Bilic, acusou o árbitro Mike Dean de "matar as chances" de seu time após expulsar Sofiane Feghouli aos 15 min do primeiro tempo do jogo em casa contra o Manchester United. Os visitantes acabaram vencendo por 2 a 0.

Entretanto, a Premier League – associação que organiza o Campeonato Inglês – afirmou que irá esperar um período mínimo de dois anos de testes com o vídeo no auxílio às arbitragens antes de adotar o artifício. Desta forma, a novidade não deve estrear na Inglaterra antes da temporada 2018/2019.

"Tecnologias que podem ajudar árbitros a tomar decisões corretas sem atrapalhar o fluxo da partida serão consideradas", afirmou Mike Riley, diretor ex-executivo da Professional Game Match Officials Limited, empresa que fornece árbitros ao Campeonato Inglês, ao jornal Daily Mail.

"A International Football Association Board (entidade que determina as regras do futebol) se comprometeu a experimentar (a tecnologia) por pelo menos dois anos. E é importante usar este tempo para identificar o melhor jeito de usar a tecnologia de forma a beneficiar o jogo", acrescentou.

Quer receber notícias do futebol internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos