Guardiola: "Nunca serei presidente do Barcelona, para isso lá está Piqué"

Do UOL, em São Paulo

  • Oli Scarff / AFP

    Guardiola também fez autocrítica em relação à declaração sobre o fim da carreira

    Guardiola também fez autocrítica em relação à declaração sobre o fim da carreira

Pep Guardiola respondeu a insinuação de Fabio Capello de que um dia ele seria presidente do Barcelona. O treinador catalão afirmou que não tem interesse no cargo. 

"Tive a sorte de ser treinado por Fabio Capello e lhe direi que nunca serei presidente do Barça. Para isso lá está Gerard Piqué", afirmou Guardiola. 

O técnico do Manchester City voltou a comentar sua declaração polêmica de que estaria próximo do fim da carreira. Ele ainda fez uma autocrítica. 

"Não voi treinar quando tiver 60 anos. Mas eu tenho 45. Estou num lugar perfeito para seguir trabalhando. No futuro, quero fazer algo mais em minha vida. Comecei muito novo a jogar futebol. Quiçá foi inapropriado dizer que estou começando a despedir-me da minha carreira". 

Após início arrasador no comando do City, Guardiola passa por altos e baixos tanto em relação aos resultados como no trato com os meios de comunicação. Após a vitória suada contra o Burnley nesta semana, ele deu uma entrevista cheia de ironias, caras e bocas que gerou polêmica na Inglaterra. 

Apesar de alguns tropeços em campo, o City segue firme na briga pela vaga na Liga dos Campeões e pelo título da Premiere League. Está na quarta colocação, com 42 pontos, mesma pontuação do terceiro colocado Tottenham e a dois do vice-líder Liverpool. O líder, Chelsea, desgarrou um pouco com 49. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos