Inter trata lateral esquerda como prioridade. Mas fracassou em 4 investidas

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ernesto Rodrigues/Folhapress

    Uendel é um dos jogadores que esteve nos planos do Internacional para lateral

    Uendel é um dos jogadores que esteve nos planos do Internacional para lateral

A direção do Internacional não quer saber de improvisações. Para resolver o antigo problema na lateral esquerda do time, a ideia é tratar o posto como prioridade e 'reciclar' opções de olho nesta temporada. 

O ano de 2016 só reforçou o quanto é difícil se firmar na lateral esquerda do Inter. Geferson e Arthur alternaram titularidade e momentos de muita contestação no começo do ano. Mostraram-se, contudo, insuficientes. Raphinha teve poucas chances e também não jogou bem. Foi quando começaram as improvisações. 
 
Primeiro foi Ernando, que é zagueiro de origem. Depois veio Ceará, que é lateral direito, deslocado para o outro lado. E por fim Alex, naturalmente meia, também jogou naquela faixa de campo. 
 
Mas a ideia de Antonio Carlos Zago é mudar tal rotina. Geferson foi liberado para o Vitória, Arthur não está nos planos. E jogar com atletas de outras funções na lateral passa longe dos planos do comandante. 
 
Só que ao mesmo tempo o Internacional não está conseguindo os nomes pretendidos. Foram quatro que passaram pela lista de avaliações do time vermelho até agora. E as movimentações, mesmo que nos bastidores, não tiveram sucesso. 
 

Mena (Cruzeiro)

O primeiro alvo para a lateral esquerda era o chileno Mena. O jogador, contudo, custava acima do poder de compra do Internacional. Os valores próximos a R$ 5 milhões pedidos pelo Cruzeiro para venda fizeram os gaúchos saírem da disputa. 
 

Uendel (Corinthians)

A investida no lateral esquerdo Uendel, do Corinthians, também estava entre os primeiros planos do Inter. Mas o jogador também foi inviabilizado por questões financeiras. Antes mesmo de abrir negociação com o time paulista, o Internacional avaliou que não poderia pagar os salários dele em Porto Alegre. Além disso, desconfiou da intenção dele em defender o time na Série B. 
 

Renê (Sport)

O lateral esquerdo Renê também foi alvo do Inter. A direção do clube gaúcho procurou o Sport e ofereceu uma lista de opções para troca de atletas. Nenhum dos nomes agradou e a negociação acabou descartada. 
 

Sidicley (Atlético-PR)

O Internacional tinha em Sidicley, do Atlético-PR, uma nova alternativa para a lateral. Cogitava a mesma estratégia que não deu certo com Renê: apresentar uma lista de jogadores e tentar troca. Mas não teve nem tempo para isso. O jogador está acertado com a Ponte Preta e afastou interesse do Colorado.
 
A direção do Inter promete anúncios na próxima semana. Até agora, apenas o atacante Roberson está confirmado como reforço. O zagueiro Neris, que disputou o Brasileirão no Santa Cruz, está acertado e será confirmado. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos