Jornal italiano põe Gabigol e Gerson entre furadas do mercado de verão

Do UOL, em São Paulo

O atacante Gabigol e o meia Gerson viraram alvo de críticas por parte do jornal "Gazzetta Dello Sport". A publicação listou os cinco jogadores que custaram caro para os clubes italianos, mas pouco foram usados. Ela classificou o quinteto como os cinco fracassos do mercado de verão.

Com 401 minutos em campo pela Roma, Gerson abre a lista. O jornal destaca o fato dele ter custado 16,6 milhões de euros aos cofres do time italiano, mas ter jogado apenas 11 partidas, uma na fase preliminar da Liga dos Campeões, quatro no Campeonato Italiano e seis na Liga Europa. Na conta da publicação, o atleta ex-Fluminense custou 41 mil euros por minuto entre as quatro linhas.

O caso de Gabigol fecha a lista, mas é o mais expressivo do grupo. A publicação dá motivos para o ex-santista não ter se adaptado à Inter de Milão: chegar sem descanso direto da Olimpíada, a juventude e a pressão de ser comparado a Ronaldo. Fato é que o atleta custou 29 milhões de euros e jogou apenas 21 minutos em um semestre. O preço de cada 60 segundos do atacante em campo? 1,38 milhão de euros. "O salário anual de Nagatomo (lateral japonês do elenco)", destaca o jornal.

Além dos brasileiros, o sérvio Nikola Maksimovic (Napoli) e os croatas Marko Pjaca (Juvnetus) e Marko Rog (Napoli) foram apontados pela publicação como furadas da última janela de transferências. A base de comparação foi a mesma: valores altos para a contratação dos atletas, mas poucos minutos em campo e quase nenhum retorno esportivo pelo investimento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos