Jornal: Elenco do Barça boicotou prêmio Fifa por mal-estar com a diretoria

Do UOL, em São Paulo

A justificativa oficial para a ausência de quatro jogadores do Barcelona na cerimônia de gala dos Melhores da Fifa foi a preparação para o jogo de volta das oitavas de final da Copa do Rei, contra o Atlhetic Bilbao, na próxima quarta-feira (11).

Segundo o jornal Sport, da Catalunha, no entanto, o real motivo das ausências de Messi, Iniesta, Piqué e Suárez é o descontentamento do elenco do Barça com a diretoria do clube. Eles teriam, inclusive, adiado a viagem de Barcelona a Zurique, na Suíça, sede da Fifa, uma hora antes da partida do voo.

De acordo com a publicação, o principal motivo do desgosto dos jogadores do Barça com a direção do clube está na falta de apoio nos bastidores da Real Federação Espanhola de Futebol em relação às polêmicas de arbitragem.

Nas duas últimas partidas, derrota por 2 a 1 no jogo de ida das oitavas da Copa do Rei contra o Bilbao, e empate por 1 a 1 contra o Villarreal pelo Campeonato Espanhol, os jogadores reclamaram bastante de serem prejudicados.

O núcleo duro do vestiário do Barça começou a cogitar o boicote ao evento justamente após a partida contra o Villarreal no último domingo. Os capitães Iniesta, Messi, Busquets e Mascherano teriam fechado questão, sendo seguidos de imediato por Suárez e Piqué, um dos mais contumazes na defesa da proposta, sempre segundo Sport.

A decisão teria sido tomada pelos jogadores em caráter unilateral antes do treinamento dessa segunda, que começou por volta das 10h. O voo que levaria as estrelas do Barcelona à Suíça estava marcado para as 12:30h.

Os jogadores, então, comunicaram a decisão a Luis Enrique, que a recebeu com muita naturalidade. Ele mesmo não compareceu à cerimônia da Fifa no ano passado, quando foi eleito o melhor treinador da temporada. Em seguida, Messi e companhia comunicaram a decisão à junta diretiva do clube.

Apesar do descontentamento em relação ao suporte nos bastidores, de acordo com a publicação, as estrelas do Barcelona lançaram mão de argumentos esportivos para explicar a ausência na cerimônia da Fifa, como o cansaço acumulado das duas últimas partidas fora de casa, em partidas especialmente intensas e polêmicas.

Conforme o Sport, a decisão causou surpresa. Foi o diretor de esportes profissionais do Barcelona, Albert Soler, o encarregado de ligar para o presidente da Fifa, Gianni Infantino, para informar das ausências de Messi, Iniesta, Suárez e Piqué – todos eleitos para seleção do ano da entidade máxima do futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos