Por Corinthians, Álvaro Pereira procura Andrés e até provoca o SP

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Chiri/Divulgação

    Álvaro Pereira celebra gol marcado pelo São Paulo: quer atuar no rival

    Álvaro Pereira celebra gol marcado pelo São Paulo: quer atuar no rival

As especulações de que poderia atuar no Corinthians mexeram com o lateral uruguaio Álvaro Pereira. O jogador de 31 anos enviou mensagens privadas a funcionários do clube, e às quais o UOL Esporte teve acesso, com pedido de ajuda para que convencessem os dirigentes de uma oportunidade. Sobrou até para o São Paulo, clube defendido por Álvaro em 2014. À reportagem, após a publicação, ele negou o teor da conversa. 

"Meu desejo é jogar no Timão, estou à espera de que me liguem e que os valores que dizem não são reais. Eu gostaria de jogar no clube do povo, agora faz assim: coloca pressão na diretoria", disse em uma das mensagens o uruguaio. "Acabo de falar com Andrés Sanchez. Não passa por dinheiro, eu quero sair campeão e f*** os bambis", disse em alusão ao apelido pejorativo criado por torcedores para provocar o São Paulo. 

O assunto Álvaro Pereira chegou a causar irritação a membros do departamento de futebol, já que o uruguaio também abordou diretamente por WhatsApp o gerente de futebol Alessandro e o treinador Fábio Carille. Nas mensagens, o lateral esquerdo se oferece para jogar como zagueiro, já que o Corinthians tem três outros atletas na posição dele. 

O inchaço de laterais esquerdos é o que faz o Corinthians minimizar as chances de contratação do uruguaio. Hoje, o clube tem Uendel, que interessa ao Inter, Moisés, que pode ser vendido à Rússia, e ainda Guilherme Arana, com possibilidades também de transferência. Por isso, a diretoria nega interesse no uruguaio que defendeu o Cerro Porteño em 2016. 

Para a Rádio Transamérica, Andrés Sanchez negou forçar a negociação do uruguaio. "Saiu que eu estava forçando a contratação do Álvaro. Tenho mil defeitos, mas não sou burro. Primeiro que não me meto nisso (contratações). Segundo que temos o Arana, que tem 20 anos e um potencial enorme, temos o Uendel e o Moisés, que um monte de time quer, inclusive nós. Três laterais esquerdos. Acham que vou forçar a barra para contratar outro?", questionou. 

Procurado pela reportagem do UOL Esporte, o uruguaio afirmou que seu empresário foi procurado e que sempre respeitou o São Paulo.

"Quero deixar isso bem claro. Só quero dizer que saiu na imprensa o interesse do Corinthians, falaram com meu empresário, trocaram mensagens, mas mais nada. Depois colocaram que eu havia enviado mensagens tentando gente de outros clubes. Tenho muito respeito com a gente do São Paulo, tive uma conversa tranquila com Leco (presidente). Estou no Cerro Porteño (em pré-temporada), não tenho que especular que vou para Corinthians, São Paulo, porque ainda ninguém me ligou ou fez proposta, por isso estou com a cabeça aqui no Cerro. Em nenhum momento faltei com respeito aos clubes. Não vou tocar mais no tema porque não coloquei nenhuma mensagem. Não vou dar mais detalhes. Tenho muito respeito com todos os times. Não falei com ninguém sobre isso em nenhum momento. É uma conversa em que o cara me perguntou se eu ia, eu falei que não e depois não sei, não sei se ele montou alguma coisa, não falei mal do São Paulo em nenhum momento".

Quer receber notícias do Corinthians de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos