Treinador é condenado na Suécia por acusar Ibrahimovic de doping

Do UOL, em São Paulo

  • Stuart Franklin/Getty Images

    Ex-treinador de atletismo acusou Ibrahimovic de ter se dopado em 2004

    Ex-treinador de atletismo acusou Ibrahimovic de ter se dopado em 2004

O ex-treinador de atletismo da seleção sueca Ulf Karlsson foi condenado pela Justiça da Suécia por calúnia após acusar Zlatan Ibrahimovic de ter se dopado. Karlsson terá de pagar cerca de 2.500 euros em multas (R$ 8,5 mil).

A briga judicial teve início quando Karlsson disse a um jornalista que Ibra havia usado substâncias ilegais para aumentar a massa muscular. Ao Tribunal, o treinador não conseguiu provar.

"Zlatan ganhou dez quilos em seis meses na Juventus. Acho que ele estava dopado. Estou convencido disso", dissera Ulf Karlsson, na época.

"Se pode dizer que Zlatan aumentou dez quilos de músculo em sua época de Juventus [de 2004 a 2006]. Foi muito rápido", acrescentou o técnico, comentário que resultou em processo.

Ao juiz, Karlsson declarou que o comentário não afirma diretamente que o astro sueco se dopou. A Justiça concluiu que a declaração do técnico causou danos à imagem de Ibra.

O treinador de atletismo chegou a enviar carta com pedido de desculpas pouco depois da declaração à imprensa, mas o atacante não aceitou e ingressou judicialmente.   

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos