Fifa denuncia furto de relógios avaliados em quase R$ 2 milhões

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / Fabrice COFFRINI

    C. Ronaldo seria um dos premiados com o relógio Hublot avaliado em R$ 313 mil a unidade

    C. Ronaldo seria um dos premiados com o relógio Hublot avaliado em R$ 313 mil a unidade

A Fifa apresentou uma denúncia à Polícia Suíça pelo roubo de seis relógios de luxo antes da cerimônia de gala na segunda-feira (9) que premiou os melhores jogadores e técnicos de 2016.

Os relógios furtados são da marca de luxo Hublot e, juntos, equivalem a quase R$ 2 milhões. Até o momento, a polícia suíça não deu detalhes sobre os possíveis suspeitos.

Os relógios, com valor estimado em 93 mil euros a unidade (cerca de R$ 313 mil), iriam ser entregues aos ganhadores dos prêmios dos melhores de 2016. 

Devido ao furto, a Fifa presenteou os vencedores com um modelo diferente, mas informou que enviará os relógios originais. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos