Messi faz mais um de falta, Neymar desencanta e Barça avança na Copa do Rei

Do UOL, em São Paulo

O terceiro gol de falta de Lionel Messi em três jogos em 2017 foi decisivo para classificar o Barcelona às quartas de final da Copa do Rei com uma vitória por 3 a 1 sobre o Athletic Bilbao, no Camp Nou, nesta quarta-feira (11). No jogo de ida, em San Mamés, o Athletic havia vencido por 2 a 1.

Neymar e Luis Suárez também foram às redes de maneira especial: o brasileiro quebrou um longo jejum pelo Barça, enquanto o uruguaio chegou a 100 gols em 120 jogos pelo clube.

Saborit descontou para o Athletic Bilbao, que tentou segurar a vantagem do primeiro jogo, mas não resistiu ao ataque estelar do Barcelona. O adversário do time catalão nas quartas ainda será definido em sorteio.

Messi: um gol de falta por jogo

Depois de fazer o crucial gol fora de casa no jogo de ida contra o próprio Athletic e salvar o Barcelona de uma derrota para o Villarreal no Campeonato Espanhol com duas cobranças de falta certeiras, Messi repetiu o truque nesta quarta. O terceiro gol do Barça nasceu de mais uma batida precisa do pé esquerdo do camisa 10, que também participou do primeiro gol.

Suárez e Neymar desencantam

Os dois gols do Barcelona em 2017 haviam sido marcados por Messi até que Suárez, aos 36 do primeiro tempo, acertou um lindo voleio após cruzamento preciso de Neymar para abrir o placar e fazer seu 100º gol pelo clube. Já o brasileiro deu fim a um jejum de quase três meses sem gols em jogos oficiais pelo Barça ao sofrer e converter um pênalti no início da segunda etapa.

Barça volta a reclamar da arbitragem (com ou sem razão)

Pelo terceiro jogo seguido, os jogadores do Barcelona estiveram nervosos, reclamaram muito com as decisões do árbitro e cercaram o juiz em várias ocasiões da partida. Em uma delas, pelo menos, eles tiveram razão: o time teve um gol anulado incorretamente após o auxiliar assinalar um impedimento inexistente de Neymar quando o placar ainda apontava 0 a 0.

Surpresas nas escalações

Do lado do Barcelona, Luis Enrique voltou a mexer no time titular. Com Rakitic aparentemente perdendo espaço e André Gomes não convencendo, o escolhido no meio-campo foi o brasileiro Rafinha, que teve atuação regular. Já no Athletic, Ernesto Valverde optou por começar o jogo sem o artilheiro Aduriz – ele entrou no intervalo, com o time já perdendo por 1 a 0.

Athletic marca forte e chega pelo alto

Assim como no jogo de ida, o Athletic Bilbao conseguiu atrapalhar a saída de bola do Barça várias vezes com marcação adiantada e agressiva – às vezes, até abusando da força nas faltas. Já no ataque, a estratégia de ataques rápidos e a aposta nos cruzamentos também foram mantidas: assim a equipe basca chegou ao seu gol, com uma cabeçada forte de Saborit no contrapé de Cillessen.

Quer receber notícias de futebol internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos