Suárez avisou uma semana antes à Fifa que não iria a premiação, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Tony Gentile/Reuters/Getty Images/Matthias Hangst

    Atacante considerou que Fifa aplicou punição exagerada quando mordeu Chiellini

    Atacante considerou que Fifa aplicou punição exagerada quando mordeu Chiellini

O Barcelona vetou a participação de seus atletas na premiação da Fifa. Mas Luis Suárez já tinha decidido que não compareceria ao evento mesmo se o clube catalão liberasse. O jornal La Nación destacou na edição de quarta-feira que o atacante comunicou para a Fifa de que ficaria em casa no momento da festa de gala.

Suárez avisou que não iria à Suíça uma semana antes da premiação.

O motivo é a punição que sofreu quando mordeu o ombro de Giorgio Chiellini durante duelo da primeira fase do Mundial no Brasil.

O uruguaio recebeu pena de nove meses afastado de seu selecionado e quatro meses sem poder praticar atividade profissional em clubes. Suárez considerou exagerada a pena.

Na época, o atleta teve que se desligar até do hotel onde o elenco uruguaio estava hospedado, em Natal, na disputa da 1ª fase da Copa do Mundo.

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos