Falcao García recusa oferta da China e diz que dinheiro não é tudo

DO UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / ROMAIN PERROCHEAU

    Atacante recusou oferta do Tianjin no ano passado e novamente não se interessou

    Atacante recusou oferta do Tianjin no ano passado e novamente não se interessou

Radamel Falcao García tem rejeitado propostas milionárias do Tianjin Quianjian, time recém promovido à elite do futebol chinês. Ao jornal L´Equipe, o atacante colombiano declarou que o volume financeiro é menos atraente do que seu bem estar.

Falcao atravessa bom momento no Monaco.

"Nunca subestime o que pode estar no coração de um jogador", comentou.

Para contratar Falcao García, o Tianjin ofereceu em julho 50 milhões de euros (R$ 171 milhões). Os chineses ainda não desistiram e planejam oferecer 60 milhões de euros (R$ 205 milhões).

O Monaco já demonstrou intenção de firmar o acordo com o time da China, mas depende do aval de Falcao.

O Tianjin contou na temporada passada com Luis Fabiano e Jadson. Geuvânio é o único brasileiro que permaneceu no elenco.

Para 2017, o time da China quer novos estrangeiros. O clube procura um centroavante. Estão na pauta do Tianjin os atacantes Diego Costa (Chelsea/ING), Jimenez (Benfica/POR), Kalinic (Fiorentina/ITA) e Belotti (Torino/ITA).

Quer receber notícias de futebol internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos