Liga espanhola denuncia torcida do Sevilla por ofensas a S. Ramos e ao Real

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / CRISTINA QUICLER

A liga espanhola denunciou ao Comitê de Competição da Federação Espanhola e a Comissão Antiviolência, nesta segunda-feira (16), insultos de parte da torcida do Sevilla a Sergio Ramos e ao Real Madrid, proferidos durante a partida do último domingo, válida pelo Campeonato Espanhol e realizado na casa do Sevilla.

O texto da denúncia informa que as ofensas teriam ocorrido desde o primeiro minuto: "Uns mil torcedores locais, pertencentes ao grupo conhecido por Biris Norte, entoaram em coro e de forma coordenada, durante aproximadamente 10 segundos um grito de 'Sergio Ramos, filho da p...'. O canto não foi acompanhado pelo resto da torcida. 

O mesmo grupo, acrescenta a denúncia, teria cantado "que puta Real Madrid" repetidamente no duelo, além de um "morra, Sergio Ramos". 

Sergio Ramos, zagueiro do Real Madrid, foi revelado pelo Sevilla e trocou a equipe pelo gigante da capital. Tornou-se "desafeto" dos torcedores. 

As ofensas, avalia a liga, são recorrentes deste setor da torcida e aparecem como comportamento proibido e sancionáveis tanto pelo Código de Disciplina Desportiva da Federação Espanhola como pela legislação contra a violência, o racismo, a xenofobia e a intolerância no esporte.

Em campo, o Sevilla virou contra o Real Madrid nos minutos finais e venceu por 2 a 1. Sergio Ramos, aliás, foi protagonista ao marcar gol contra no embate. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos