Pessimista, Corinthians agora tenta fisgar coração de Drogba em nova oferta

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians tenta sensibilizar Didier Drogba com um pacote de parcerias para a "Fundação Drogba" na Costa do Marfim, como última carta para a contratação do centroavante de 38 anos. Até o momento, na sequência de duas reuniões realizadas com representantes do atleta em Londres, as tratativas não tiveram avanços que aproximem a conclusão do negócio. 

Apesar de atender as solicitações financeiras feitas pelo estafe de Drogba, o Corinthians não conseguiu convencer o jogador de que atuar no futebol brasileiro é a melhor alternativa. O desejo do centroavante marfinense é retornar ao Olympique Marseille-FRA para cumprir a última etapa de sua carreira. Assim, dirigentes corintianos, amparados pelo marketing, apelaram ao coração do jogador - ele está de férias em Abidjian, na Costa do Marfim. 

Em um adendo à proposta enviada de forma oficial no fim da sexta-feira, o presidente Roberto de Andrade autorizou o marketing do Corinthians a atrelar ofertas à Fundação Drogba. Foram pelo menos três itens sugeridos: um amistoso em Abidjan, cidade marfinense, com renda destinada à entidade; resgate da camisa laranja do clube para captar recursos para a fundação e destinar royalties da camisa 11 do jogador.

Agora, também foi definido pelo Corinthians que as negociações serão comandadas pelo departamento de futebol, mais habituado a esse tipo de tratativa e também para demonstrar ao estafe de Drogba que há unidade entre os corintianos pelo desejo de contar com o centroavante. Antes disso, houve o entendimento no Parque São Jorge de que, por ser o idealizador da contratação e por ter iniciado as negociações, o marketing é que deveria viajar a Londres. 

O aspecto financeiro, vale lembrar, não é uma questão fundamental e os números de Drogba e Corinthians estão bastante próximos. Em 2016, pelo Montreal Impact-CAN, os salários do jogador eram de aproximadamente R$ 600 mil, considerado dentro do orçamento corintiano. Ele estaria, inclusive, disposto a reduzir essa pedida no último contrato da carreira. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos