Parte de arquibancada cai e Santos vai jogar com trecho da Vila interditado

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/SantosFC

    Parte do setor que caiu é utilizado pela Sangue Jovem e faz divisão com torcida visitante

    Parte do setor que caiu é utilizado pela Sangue Jovem e faz divisão com torcida visitante

Três meses após comemorar o seu centenário, o estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, é obrigado a passar por reformas. O UOL Esporte apurou que caiu parte da arquibancada do estádio que fica atrás de um dos gols, no último final de semana. O setor que desmoronou é chamado de arquibancada fundo superior. Ele fica de frente para o gol do placar eletrônico e é utilizado pela torcida organizada Sangue Jovem.  

O fato ocorreu durante inspeção e manutenção de uma empresa de engenharia, que foi acionada para trabalhar no estádio e começou a reforma das arquibancadas na última quinta-feira. Eles já haviam acusado que o local precisava de reparo, mas ficaram surpresos com a queda.

A reportagem tentou registrar fotos do local, mas segundo assessoria de imprensa do Santos, o responsável pelo setor de patrimônio do clube não permitiu. Os seguranças do estádio alegaram que o presidente Modesto Roma proibiu até a visitação dos torcedores nesta semana.

No entanto, o Santos confirma o ocorrido em nota oficial. "No início de janeiro algumas obras, como de costume, foram iniciadas visando toda a temporada de 2017. Entre estas obras, na semana passada, foi realizada a intervenção e inicio da demolição do corredor de acesso a arquibancada (setor 203) que sustenta o guarda corpo. Na madrugada de domingo, o trecho que ainda restava ser demolido, se desprendeu  danificando a cobertura de policarbonato de três camarotes no setor térreo. Os serviços de recuperação estão em andamento e a previsão de término é de 15 dias", diz a nota.

Com a previsão de 15 dias, o setor de arquibancada não deve ficar pronto para o jogo de estreia do Santos no Campeonato Paulista, diante do Linense, dia 3 de fevereiro, às 21h (de Brasília). A partida ocorre em uma sexta-feira por conta de uma promoção da Federação Paulista de Futebol.

A diretoria santista cogitou transferir o jogo para o Pacaembu, mas decidiu manter a partida na Vila Belmiro. Por conta disso, o setor que sofreu a queda deve ficar interditado no dia do jogo. Desta forma, a Torcida Sangue Jovem ficará ao lado da Torcida Jovem na estreia do Santos no Paulistão.

Por fim, o ocorrido na arquibancada no último final de semana foi até comemorado no clube, pois não havia torcedores no local e, segundo apurou o UOL, os profissionais envolvidos na reforma alegam que a queda poderia acontecer a qualquer momento, quer dizer, até durante uma partida da equipe santista.

Vale lembrar que a Vila Belmiro, além de desfilar grandes craques, como Pelé, Neymar, Robinho e companhia, também ficou marcada pela queda de parte da arquibancada em 1964, quando 181 torcedores ficaram feridos, considerado o maior número de lesionados em um acidente em estádios no país.  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos