Carille confirma time para estreia do Corinthians e quer Drogba e Jadson

Do UOL, em São Paulo

O treinador Fábio Carille falou nesta terça-feira, em Orlando, antes da estreia do Corinthians em 2017. O primeiro jogo do ano será contra o Vasco, pela Flórida Cup, e Carille, além de confirmar a equipe, mostrou uma de suas premissas: jogadores de nível elevado sempre são bem-vindos. 

"Sobre Drogba, se falou muito pouco na diretoria. Acompanhei mais pela imprensa. A qualidade dele não precisa se discutir, é um finalizador, mas pelo que estou lendo e vendo deu uma esfriada. A diretoria pode dar uma resposta melhor. Fortalecer grupo é sempre importante, são jogadores de qualidade. Traz, qualifica (o grupo) que o melhor joga", afirmou Carille. 

"Não tenho informação (sobre Jadson). É um excelente jogador, se desligou do futebol chinês, a gente acompanhou, mas sei que a briga com outros clubes será grande. A diretoria está cuidando, estamos na expectativa do que vai acontecer. Mas sei que outros clubes se interessam por ele", acrescentou o treinador. 


Escalação

O Corinthians terá a seguinte equipe no primeiro tempo com o Vasco: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Moisés; Gabriel; Romero, Rodriguinho, Camacho e Marlone; Jô. 
 
Após o intervalo, Carille trocará todos os atletas para jogarem: Caíque; Léo Príncipe, Vílson, Yago e Marciel; Paulo Roberto e Cristian; Marquinhos Gabriel, Guilherme e Giovanni Augusto; Kazim.
 
"Nosso desafio é fazer todos terem entendimento e entrosamento do que pensamos de futebol. Está sendo mesmo muito positivo, estou muito satisfeito com o que está acontecendo e tenho certeza que a resposta será mais rápido do que eu imaginava. (...) Agora eu participo de pré-temporada, das outras vezes assumi no meio da competição. Agora temos período para trabalhar", comentou. 
 
Carille também falou sobre os novos titulares. "Gabriel tem a característica do que o corintiano gosta. Marca muito, tem muita qualidade de jogo. Depois do Ralf, tivemos uma resposta boa com o Bruno Henrique e depois tivemos dificuldades. Ele já caiu nas graças do torcedores e pode virar um dos ídolos", afirmou.
 
"O Jô vai jogar centralizado, mas pensamos em usar ele em outras posições como jogou no Shakhtar (na verdade, no CSKA Moscou) e no City. Pode acontecer de usar ele na função no sábado", disse ainda.
 
"O Moisés começa o ano porque o Arana está na seleção sub-20. Ele fez a preparação em 2016, acompanhamos desde que contratamos do Bragantino e depois no Bahia. Teve um excelente ano conseguindo o acesso e vai brigar por posição com o Arana", concluiu. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos