Lugano promete foco total por título paulista e desconversa sobre renovação

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Chiri / saopaulofc.net

Zagueiro do São Paulo, Diego Lugano prefere não pensar, ao menos por enquanto, na renovação de seu contrato com a equipe - o vínculo atual se encerra no meio do ano. Em entrevista ao SporTV, o uruguaio preferiu exaltar o fato de estar integrado à pré-temporada e prometeu "foco total" pelo título do Paulistão. 

"Eu não tinha uma pré-temporada há três anos, sempre por problemas físicos. Isso já me deixa muito feliz. Depois, é foco total no Paulistão, tentar conquistar um título no primeiro semestre. E depois a gente vê isso [sobre renovação]. Se o clube achar que ainda posso ser importante, veremos", disse. 

O zagueiro, ídolo do time, está com o elenco nos Estados Unidos. O São Paulo participará do torneio amistoso Florida Cup.

"Com 36 anos você passa a pensar semestre a semestre, a desfrutar cada dia, a curtir jogo por jogo...", acrescentou. 

Lugano tem evitado mesmo pensar a longo prazo. Perguntado se já planeja sua vida depois de parar de atuar no futebol, respondeu negativamente. "Não tenho pensado muito no pós-carreira. A gente vê depois. Tem coisas que acontecem sozinhas. Futebol muda muito, ninguém sabe o que vai acontecer daqui a pouco", disse

E acrescentou: "Por enquanto é curtir. Todo mundo fala que tenho perfil para treinador ou assistente, mas a verdade é que não sei se tenho paciência. Paciência não se estuda nem se aprende, a verdade é que não tenho", completou, rindo.

Na entrevista, Lugano ainda elogiou a "fome de futebol" de Rogério Ceni, disse que está à disposição do técnico para qualquer ajuda, seja dentro ou fora de campo, aconselhando os mais jovens, e afirmou que respeitará a hierarquia entre comandante e jogador. "Não há como ser diferente, isso é um 'código de vestiário'". 

"Respeitamos muito a hierarquia. Está muito claro que hoje ele é meu treinador. Eu sou jogador. Por ter uma carreira muito grande, é obrigação moral para nós ter essa distância e esse respeito. São coisas que não precisamos falar, são 'códigos de vestiário'. Rogério foi um cara muito grande no São Paulo e eu vou dar o máximo por ele, sem nunca impor meu lugar ou o meu prestígio na frente de ninguém Ele sabe muito bem diferenciar também, tenho certeza".  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos