Uendel cita 'família colorada' para explicar saída do Corinthians

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação SC Inter

    Uendel deixou Corinthians, na Série A, para assinar com o Inter na Série B

    Uendel deixou Corinthians, na Série A, para assinar com o Inter na Série B

Uma questão de família. Uendel foi apresentado pelo Internacional citando os pais e a ligação com o clube gaúcho como argumento para deixar o Corinthians. Terceiro reforço do time gaúcho para 2017, o lateral esquerdo negou que o salário em Porto Alegre será quase o dobro do pago pelo Timão até agora. E revelou que já estava concentrado com os novos colegas desde domingo, aguardando a burocracia para deixar de ficar 'escondido'.

"Minha família é toda colorada, sei o que representa isso e são vários fatores que me fazem chegar aqui. Até circulou algo sobre o dobro do salário, mas não é verdadeiro. Os salários são bem parecidos, são outros fatores que me trazem ao Beira-Rio. Sou de Sombrio, sul de Santa Catarina, e vou ficar perto da minha família também", disse Uendel.

Natural de Sombrio, no sul de Santa Catarina, o lateral não falou textualmente que é torcedor do Inter. Mas reiterou que a ligação da família com o clube e a proximidade dos pais às vésperas do nascimento da filha pesaram na hora de aceitar a proposta do Inter.

"Foi uma alegria imensa, todos ficaram felizes. No primeiro contato eu não avisei eles, não gosto de criar expectativa. Esperei o almoço que tive no dia 26 dezembro, com o Roberto e o Jorge (dirigentes do Inter) para falar aos meus pais. E quando saiu na internet, todos vieram perguntar e ficaram felizes. É motivo de orgulho para eles estar aqui hoje", relatou.

Aos 28 anos, o jogador assinou contrato até o final de 2019 e chega com a missão de suprir uma carência antiga no estádio Beira-Rio: a lateral esquerda. Na temporada passada, o problema era tão grande que até Ceará e Alex foram improvisados.

"Essa reponsabilidade de protagonismo é de todos. Para um jogador se destacar é preciso o coletivo estar bem. Na minha posição, para ter destaque é preciso o coletivo ir bem. Eu já tive contato com os companheiros, lá em Viamão, e pensamos nisso: ter coletivo forte. Temos que nos basear nisso, no coletivo", afirmou.

Acertado há dias, Uendel desembarcou em Porto Alegre no final de semana e ficou esperando os últimos detalhes burocráticos para enviar aparecer. No período de espera, o lateral esquerdo foi incorporado ao elenco do Inter que realiza pré-temporada na cidade de Viamão, na região metropolitana da capital gaúcha. O regime de concentração ajudou a esconder a presença dele.

"Eu estou lá desde sábado, fui escondido a sete chaves (risos). Desde domingo, na verdade. Apesar de não participar das atividades com bola, só o fato de estar com os novos companheiros conversando e conhecendo eles melhor foi importante", comentou Uendel.

Antes de Uendel, o Internacional anunciou e apresentou o atacante Roberson e o zagueiro Neris. O clube gaúcho já tem acerto com Klaus, do Juventude, e Alemão, ex-Botafogo. Mas aguarda detalhes nas negociações para oficializar as contratações.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos