Borja admite interesse em jogar no Palmeiras e exalta parceria com Guerra

Do UOL, em São Paulo

Desejado pela torcida do Palmeiras, o atacante Borja admitiu nesta quarta-feira (18) em entrevista à Fox Sports o interesse em defender o clube, em que pese não tenha recebido proposta oficial do Palestra.

"Até o momento eu estou aqui (Atlético Nacional), não chegou nada de concreto. Se chegar algo, seja do Palmeiras ou de outro clube da Europa eu tomarei a decisão e penso que devo esperar para tomar a melhor decisão", explicou o atacante de 23 anos. 

Perguntado sobre a relação com Guerra, um dos principais reforços do Palmeiras para a temporada 2017, Borja rasgou elogios ao ex-colega de Atlético Nacional e disse que gostaria de voltar a jogar ao lado dele.

"Guerra é um grande jogador e seria muito bom ir e jogar ao lado dele. Aqui ele me ajudou muito. Muitas vezes ele me deixou na cara do gol para eu poder marcar. Eu penso que seria muito bom estar ao lado dele", sublinhou. 

Nas participações em diversos programas esportivos no começo desta semana, o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, confirmou a versão de Borja de que o clube nunca apresentou proposta pelo atacante. 

Mattos relatou ter conversado com o presidente do Atlético Nacional sobre o assunto apenas uma vez e de maneira transversal, no fim do ano passado, quando as partes tratavam sobre a transferência de Guerra. 

Nesta rápida conversa por telefone, de acordo com o diretor de futebol do Palmeiras, o mandatário do Atlético Nacional teria estipulado o preço de Borja em 20 milhões de euros, aproximadamente R$ 69 milhões, valor considerado muito alto pela diretoria palmeirense. 

A preparação do Palmeiras para 2017

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos