Guardiola parabenizou atletas após City perder por 4 a 0, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

Pep Guardiola apresentou comportamento atípico após seu time ser goleado diante do Everton, 4 a 0, pelo Campeonato Inglês. De acordo com o jornal Mirror, o treinador espanhol parabenizou o elenco no vestiário após a péssima partida.

A publicação inglesa acredita que a reação de Guardiola é uma "psicologia reversa", quando se tenta extrair um resultado positivo diante de uma ação negativa. Nenhum atleta foi cobrado; Guardiola dividiu a culpa pelo mau resultado.

Embora não tenha criticado o elenco, o técnico do City pretende implementar ampla reformulação no grupo. Ele quer reduzir a idade média do time. Gabriel Jesus, que deve estrear no fim de semana, traduz os planos de Guardiola.

Contra o Everton, a idade média da equipe era de 29 anos. Seis atletas do City tinham mais de 30 anos.

Segundo o jornal inglês "The Telegraph", Zabaleta, Clichy, Navas, Yaya Touré e Sagna, Kolarov, Kompany e Delph são nomes que serão reavaliados e podem deixar o clube.

Diante da má fase no Campeonato Inglês, o Manchester City pode investir pesado para reformular o elenco e voltar a brigar pelo topo. De acordo com o jornal britânico "Daily Star", o clube irá separar 250 milhões de libras para Pep Guardiola reforçar a equipe.

No entanto, a quantia só deve ser disponibilizada na próxima janela de transferência, que será aberta antes na metade do ano. O clube já gastou cerca de 150 milhões de libras em reforços para a atual temporada.

De acordo com "Daily Star", Guardiola inclusive já começou a pensar nas possibilidades para reforçar o time. Nesta lista inicial, aparecem Alexis Sanchez (Arsenal), Koke (Atlético de Madri), Virgil Van Dijk (Southampton) e Pierre-Emerick Aubameyang (Borussia Dortmund).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos