Jimenez diz não à China: 'Quero a glória na Europa antes do dinheiro'

Do UOL, em São Paulo

  • Rafael Marchante/Reuters

    Tianjin pagaria 50 milhões de euros pelo atacante mexicano do Benfica

    Tianjin pagaria 50 milhões de euros pelo atacante mexicano do Benfica

O centroavante Raúl Jimenez não foi seduzido pelos milhões de euros oferecidos pelo Tianjin Quianjian, da China. O jogador mexicano que atua no Benfica declarou que prioriza sucesso profissional, deixando a questão financeira em segundo plano.

"Estou muito contente aqui [em Portugal]. Na Europa posso continuar a crescer como jogador e creio que tenho um futuro promissor. E o que eu quero é a glória na Europa antes do dinheiro. Antes de pensar no aspecto econômico, tenho de pensar na glória futebolística. A isso eu me dedico. É isso que eu quero e gosto de fazer e por isso decidi ficar no Benfica", declarou à emissora Claro Sports.

O Tianjin dava como certa a contratação de Jimenez. A oferta era de aproximadamente 50 milhões de euros.

O Benfica tinha aberto acordo com os chineses, mas a negociação esbarrou na negativa de Jimenez.

O clube chinês busca um centroavante. Diego Costa e Cavani foram procurados pelo Tianjin, mas Chelsea e PSG, respectivamente, rejeitaram as propostas. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos