Trocou BMW por Fusca? M. Sales evita polêmica com Abel: "não citou nome"

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/E.C. Bahia

    Ao lado do diretor Diego Cerri (esq.), Matheus Sales é apresentado pelo Bahia

    Ao lado do diretor Diego Cerri (esq.), Matheus Sales é apresentado pelo Bahia

Anunciado na última terça-feira (17) como reforço do Bahia, o volante Matheus Sales, emprestado pelo Palmeiras, foi apresentado e concedeu entrevista coletiva nesta quarta (18), no Fazendão. Entre os diversos assuntos questionados pela imprensa esteve a polêmica declaração de Abel Braga, do Fluminense, que acabou associada ao novo jogador tricolor.

Sem citar nomes, o experiente técnico revelou que um dos pretendidos preteriu o Flu, supostamente, por um clube inferior, e acabou usando uma curiosa comparação na entrevista.

"Tentamos um ou outro jogador, as coisas estavam muito bem encaminhadas, mas não veio, acertou com outro clube. E o outro até me surpreendeu. Ele poderia ter trocado uma BMW por um Audi. Trocou uma BMW por um Fusca. Não entendi", disse Abel Braga.

Matheus Sales, por sua vez, optou por evitar qualquer tipo de polêmica, já que o técnico do Fluminense não deixou claro a qual jogador ele se referia.

"Até porque ele não citou nome, nem o meu ou do clube, mas achei que o projeto do Bahia seria melhor. Não sei se foi para mim. Respeito Abel e o Fluminense. O Abel é um grande técnico e o Fluminense é um grande clube, mas escolhi o Bahia e são as cores dele que vou defender", declarou o volante de apenas 21 anos.

Também presente na entrevista coletiva de Matheus Sales, o diretor de futebol Diego Cerri foi outro que preferiu se esquivar da polêmica, pelo mesmo motivo citado por Matheus Sales.

"Se essa declaração foi para o Bahia, a gente não sabe, porque ela não teve endereço. Mas a gente não precisa provar nada para ninguém. É um clube muito bem administrado, dentro e fora de campo. Fiz questão de colocar o Matheus para conversar com alguns atletas", disse o dirigente, que mesmo após a polêmica fez questão de elogiar o técnico Abel Braga.

"Para mim, não criou mal-estar. A gente não sabe se foi para o Bahia. Pode ser. Pelo menos cinco ou seis equipes de Série A estavam na disputa. Prefiro não comentar. De repente no momento de cabeça quente, porque o jogador optou em vir para cá. Abel é um grande treinador, caráter ímpar. Prefiro não acreditar que foi", acrescentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos