Real martela, mas é surpreendido pelo Celta e perde a segunda seguida

Do UOL, em São Paulo

Depois de 40 partidas de invencibilidade, o Real Madrid iniciou um pequeno período de seca. Nesta quarta-feira (18), a equipe de Zinedine Zidane foi derrotada pela segunda vez consecutiva, algo que não acontecia desde novembro de 2015. O responsável pelo revés da vez foi o Celta de Vigo, pelas quartas de final da Copa do Rei: 2 a 1, gols de Iago Aspas e Jonny Castro – Marcelo descontou para a equipe merengue.

A derrota desta quarta-feira se junta ao revés sofrido para o Sevilla no final de semana. A partida contra o time de Sampaoli, porém, havia sido válida pelo Campeonato Espanhol.

Com a derrota dentro de casa, o Real Madrid precisará vencer fora de casa para avançar na Copa do Rei. No dia 25 de janeiro, as duas equipes voltam a se enfrentar. Para se classificar, o clube merengue precisará vencer por dois gols de diferença - ou por diferença mínima, contanto que faça três gols ou mais.

Lateral dá vitória ao Celta

A surpreendente vitória do Celta foi consolidada aos 24 minutos do segundo tempo, apenas um minuto após o empate. Iago Aspas deu grande passe para Jonny Castro nas costas da defesa. O lateral saiu cara a cara com Casilla e tocou no canto do goleiro.

Marcelo vacila no gol do Celta, mas se redime

O Real seguia pressionando até ser surpreendido em um contra-ataque. Bongondo partiu em velocidade, foi até a linha de fundo e cruzou para Wass. O jogador do Celta tentou o chute, mas Marcelo apareceu para afastar. O brasileiro, no entanto, acabou deixando a bola nos pés de Iago Aspas, que mandou para o fundo das redes de Kiko Casilla.

Quatro minutos depois, veio a redenção de Marcelo. Após cruzamento de Modric para a área, a defesa afastou parcialmente e a bola ficou para o Brasileiro, que pegou de primeira e estufou as redes de Sergio Álvarez.

 

Real pressiona, mas não cria nenhuma grande chance antes do gol

Antes de levar o gol do Celta, o Real Madrid seguia em uma forte pressão para cima do rival. Até os 19 minutos do segundo tempo, quando saiu o primeiro gol da partida, a equipe comandada por Zinedine Zidane havia chutado ao gol 12 vezes, mas nenhuma perigosa o suficiente para assustar o goleiro Sergio Álvarez.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos