Alecsandro sai na frente de Barrios na briga pela posição de centroavante

Danilo Lavieri e José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

Sem contar com os tão especulados Lucas Pratto e Miguel Borja, Eduardo Baptista começa a armar o Palmeiras ideal para o início da temporada. No primeiro teste, neste sábado, em amistoso contra a Chapecoense, ele deve confirmar o que mostra nos treinos até agora: Alecsandro será seu centroavante titular, vencendo a concorrência de Lucas Barrios.

Em todos os trabalhos táticos realizados desde o início da pré-temporada, foi o atacante que esteve na formação ideal, ao lado de nomes como Moisés, Dudu e Tchê Tchê. Ele recebe diversas instruções do comandante, especialmente na recomposição e na hora de marcar a saída de bola.

Além disso, Alecsandro já recebeu sinais de prestígio ao receber a camisa 9 e ao ver Leandro Pereira, seu concorrente de posição, ser negociado com o Sport.

O jogador começa esta temporada depois de um segundo semestre de 2016 conturbado por uma suspensão de dois anos por uso de substâncias proibidas, que viria a ser cancelada dias depois por ter sido considerado falso doping. A suspensão fez o atleta de 35 anos considerar a aposentadoria.

Depois de ver a polêmica esclarecida, o Palmeiras renovou com Alecsandro até o fim deste ano. Em 2016, ele jogou em 34 jogos e fez 12 gols.

Seu principal concorrente é Lucas Barrios, que chegou a ter seu nome especulado em uma possível negociação com o futebol paraguaio, mas ficou no Palmeiras. Com a chegada bancada pelo patrocinador, ele ainda não emplacou o futebol que fez a torcida se animar com a sua contratação.

A lista de nomes que brigam pela posição pode ser maior por causa da chegada de Willian, que pode atuar na posição. Além disso, Rafael Marques também pode virar centroavante, mas não esconde a preferência por jogar na ala. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos