Tite convoca Diego e Robinho para amistoso contra a Colômbia

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

Contando apenas com jogadores que atuam no Brasil, o técnico Tite convocou nesta quinta-feira (19) a seleção para a disputa do amistoso contra a Colômbia, no dia 25 de janeiro, no Engenhão. Dentre as novidades, a lista do treinador trouxe as presenças de Robinho e Diego, que formaram dupla histórica no Santos.

Assim, o atacante que hoje está no Atlético-MG e o meio-campista que defende o Flamengo irão reviver uma parceria de sucesso que rendeu o título do Campeonato Brasileiro de 2002 ao Santos. Na seleção, eles não atuam juntos desde 2008, em um Brasil 0 x 0 Bolívia justamente no Engenhão.

Especificamente sobre Diego, Tite destacou o retorno do jogador ao Brasil. "O Diego retornou e deu um 'up' ao Fla muito grande. Jogador que tem capacidade, emprega muita criatividade à equipe, acompanhando todos aqueles critérios físicos que no meu entender o fizeram merecedor".

Sobre Robinho, Tite contou que funcionários do Atlético-MG lhe disseram que o jogador "voltou voando". "Tem condição física, o peso, a responsabilidade, o nível técnico... Foi dos jogadores goleadores que desenvolveu uma capacidade por tempo jogado e não por número de gols feitos em partida. Robinho é o goleador do Atlético e quarto do Brasileiro. Ele construiu o seu momento, virou fazedor de gols" disse.

Vanderlei Almeida/AFP
Robinho e Diego na seleção durante pré-Olímpico em 2004
Na divisão entre clubes, percebe-se que Tite prezou pelo equilíbrio. Flamengo, com quatro jogadores, foi o time que mais cedeu jogadores. Atlético-MG e Grêmio, com três, aparecem na sequência, com Palmeiras e Corinthians tendo dois atletas lembrados.

O amistoso terá toda a renda destinada aos familiares da tragédia do voo da Chapecoense. Para evitar sobrecarga e não atrapalhar a pré-temporada dos clubes brasileiros, é esperado que nenhum atleta jogue mais que um tempo. A CBF e a federação colombiana, inclusive, solicitaram à Fifa autorização para realizar 11 substituições durante o intervalo.

Como apenas jogadores que atuam no Brasil estarão disponíveis, Tite terá a oportunidade de observar novos atletas. Após seis jogos nas Eliminatórias em 2016, o treinador já conta com um grupo mais restrito para a seleção principal, que voltará a campo em março, quando enfrenta Uruguai fora de casa e Paraguai na Arena Corinthians.

Tite acha que todos os jogadores podem ser lembrados novamente. "Sim, absolutamente sim (eles podem estar presentes em futuras convocações). Se há um aspecto e um critério, é de todos podem estar presentes na sequência. Não vejo idade como impeditivo. Agora vejo desempenho, performance, alto nível. Mais jovem é o Jorge, de 20 anos, e serve também para o Robinho, de 32, com perfeitas condições de servir à seleção. Penso em ser justo", disse.

De acordo com o planejamento do grupo de trabalho, os jogadores se apresentam a partir do final da manhã do dia 24 de janeiro e realizam apenas um treino - no final da tarde do mesmo dia - antes do jogo, marcado para o estádio Nilton Santos (Engenhão), às 21h45 de quarta-feira.

Veja a lista completa

Goleiros
Alex Muralha (Flamengo)
Danilo Fernandes (Inter)
Weverton (Atlético-PR)
 
Laterais
Fabio Santos (Atlético-MG)
Fagner (Corinthians)
Jorge (Flamengo)
Marcos Rocha (Atlético-MG)
 
Zagueiros
Rodrigo Caio (São Paulo)
Pedro Geromel (Grêmio)
Luan (Vasco)
Vitor Hugo (Palmeiras)
 
Meio-campo
Camilo (Botafogo)
Diego (Flamengo)
Henrique (Cruzeiro)
Rodriguinho (Corinthians)
Walace (Grêmio)
Willian Arão (Flamengo)
Gustavo Scarpa (Fluminense)
Lucas Lima (Santos)
 
Atacantes
Dudu (Palmeiras)
Diego Souza (Sport)
Luan (Grêmio)
Robinho (Atlético-MG)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos