City oficializa contratação e Gabriel Jesus pode estrear no próximo sábado

Do UOL, em São Paulo

A espera finalmente terminou. Cinco meses após ser negociado e depois de 15 dias treinando na Inglaterra, Gabriel Jesus foi oficializado nesta quinta-feira (19) como jogador do Manchester City. Em seu site oficial, o clube anunciou ter regularizado a contratação do ex-palmeirense e que o atacante já pode estrear pelo novo time no próximo sábado, às 15h30 (de Brasília), no duelo contra o Tottenham. A partida terá transmissão do Placar UOL.

Mesmo treinando no clube desde o início do ano, Gabriel ainda não estreou. Isso porque a documentação do atleta ainda não havia sido finalizada na Federação Inglesa - processo que foi concluído nesta quinta. O ex-palmeirense recebeu a camisa número 33, o mesmo que utilizava no Palmeiras e que faz alusão à idade de Cristo.

"É um número que uso desde que subi para o profissional, me deparei, gostei muito e pretendi utilizar por muitos anos. Perguntei se estava livre, disseram que sim e foi a minha escolha", disse Jesus, em sua primeira entrevista oficial pelo clube.

"Quero conquistar títulos e o Manchester City é um clube acostumado a vencer. O City é um clube que sempre é favorito aos títulos que compete. Além desse importante fator, o clube tem um grande treinador e um grande elenco", completou.

Em agosto, o City acertou a contratação de Gabriel Jesus por 32 milhões de euros. O novo reforço do City explicou por que demorou para se transferir para a Inglaterra após o acordo e voltou a fazer juras de amor ao Palmeiras.

"Perguntaram por que eu escolhi só vir depois de 2016, e disse que minha vontade era permanecer (no Palmeiras) porque queria conquistar mais uma campeonato ajudar o Palmeiras, o clube que eu tanto aprendi a amar. Minha vontade era essa. E consegui, fomos campeões. Saí com a cabeça erguida e satisfeito com o campeonato que a gente fez", explicou.

A chegada de Jesus ocorre em um momento instável do City, que foi goleado no fim de semana contra o Everton, 4 a 0. Guardiola pretende implantar ampla reformulação no time e reduzir a idade média do elenco.

O diretor de futebol do clube inglês, Txiki Begiristain, destacou o jovem atacante. Jesus foi contratado pelo City no segundo semestre do ano passado, mas permaneceu no Palmeiras até o fim de 2016.

"Gabriel é um jogador dotado de grande técnica, que foi procurado por grandes times da Europa e que decidiu escolher o City", comentou o dirigente.

Veja outras declarações Gabriel Jesus em sua primeira entrevista pelo City:

Estrutura

"Eu estou encantando com a grandeza do clube, o planejamento, a estrutura que tem. O CT é muito grande, bastante, não vejo a hora de começar a logo jogar".

Carinho da torcida

"Não tem como não acompanhar. A gente que vive futebol, ama futebol, acompanha de tudo, fico muito contente de eles quererem saber de mim. Agora basta quando me apresentar em definitivo, entrar em campo e jogar por eles"

O que achou de Manchester?

"Muito frio, mas é um frio que dá para aguentar. É mais um desafio, mas estou gostando, estou encantado com a cidade. Não conheci tudo ainda, mas o que conheci gostei bastante".

O que fez jogar no City?

"Sem contar da grandeza do clube, que é muito grande, sua história, briga por títulos em todo torneio que entra, isso conto muito também. E pelo técnico Guardiola, o elenco que tem. Ele foi o único técnico que me ligou, fiquei bastante contente, pelo técnico, por tudo que fez, pela inteligência que tem. Minha vontade é de trabalhar com ele e aprender também com os outros jogadores do grupo"

O que Guardiola te disse?

"Que gostaria muito da minha presença, que iria ajudar o clube e os companheiros. Fiquei muito contente, a partir doo momento que escolhi o Manchester (City), coloquei na cabeça que vinha"

Mudança na carreira

"Ainda não caiu a ficha, mas fico feliz com tudo que tem acontecido na minha vida. Trabalho muito, gosto de aprender cada vez mais, e as oportunidades que vêm tem que aproveitar cada vez mais. Foi uma escolha minha vir para cá. Eu quero conquistar títulos e o City é um clube acostumado a ganhar"

Adaptação

Assistindo, é um jogo muito duro, muito intenso. Espero me adaptar o mais rápido possível. Nos primeiros contato que estiver com o campeonato vou procurar perceber tudo, me adaptar. Não vai ser fácil, eu sei, mas sé depende de mim

Medo?

Nenhum. Não pode ter medo. Tratando-se de uma oportunidade dessa que estou tendo, mudando a minha história, ter desafios, mudar a história da minha família"

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos