Kayke já superou Guerrero e agora pode travar até renovação de R. Oliveira

Samir Carvalho

Do UOL, emSantos (SP)

O atacante Ricardo Oliveira que se cuide, pois o novo reforço do Santos, Kayke, promete ser a principal "sombra" do artilheiro santista desde que ele voltou ao clube paulista no início de 2015. O novo camisa 18 do alvinegro praiano já cumpriu esse papel com êxito no Flamengo.

Kayke chegou do ABC-RN durante o Campeonato Brasileiro de 2015 para ter a mesma função no time carioca: ser uma espécie de substituto imediato do peruano Paolo Guerrero. E fez muito mais do que o esperado ao superar o peruano. Ele marcou seis gols em 16 jogos (sendo sete deles entrando no decorrer dos jogos), média de 0,38, na competição nacional.

O titular Guerrero, por exemplo, ficou com menos da metade da média de Kayke, com três gols em 17 jogos, média de 0,18. Kayke também superou outro medalhão do Flamengo na ocasião - Emerson Sheik, que marcou apenas cinco gols em 25 jogos. 

"Concorrência é natural. No Flamengo foi parecido, tinha o Guerrero, cheguei para ser sombra, reserva, mas coisas aconteceram. Dei conta do recado e aqui não será diferente. Se o Dorival optar por começar depois, vou fazer o melhor, se eu jogar com o Ricardo (Oliveira), vai ser melhor ainda", afirmou Kayke.  

A diretoria santista está atenta ao potencial de Kayke e, por isso, age com calma em relação à renovação do contrato do atacante Ricardo Oliveira, que termina no fim desta temporada.

A cúpula alvinegra quer avaliar se o jogador tem condições de assumir a posição de titular no decorrer da temporada. Por conta disso, a diretoria santista já alega publicamente que tem até dezembro para renovar com o seu artilheiro e capitão.

UOL Esporte já havia revelado que a diretoria santista deseja renovar Ricardo Oliveira por mais uma temporada – até o fim de 2018.

No Santos, Ricardo Oliveira foi o herói do título paulista de 2016 ao marcar o gol da vitória santista contra o Audax por 1 a 0. Além disso, o camisa 9 foi artilheiro de duas competições em 2015 – Campeonato Paulista (11 gols) e Campeonato Brasileiro (20 gols). O desempenho do atacante o levou de volta a seleção brasileira na época.

No primeiro semestre do ano passado, Ricardo Oliveira recebeu uma proposta milionária do futebol chinês, mas viu o Santos barrar a sua saída. Neste ano, o atacante ainda não recebeu nenhuma oferta dos chineses e sua intenção é renovar com o clube paulista.

Temendo que Ricardo Oliveira, com 36 anos, não aguente toda a temporada, o Santos buscou um reforço importante para a posição. Barcos e Luis Fabiano eram os primeiros nomes da lista, mas as negociações não tiveram um final feliz.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos