O que Ronaldinho tem a ver com o maior tabu do Barcelona?

João Henrique Marques

Do UOL Esporte, em Barcelona

Dois passes de Ronaldinho. O segundo, genial (ver vídeo abaixo). Essa é a lembrança da torcida do Barcelona do longínquo 2007, a última vez em que o time venceu a Real Sociedad no estádio Anoeta, em San Sebastián, no País Basco. O tabu é o maior do clube atualmente diante de times da primeira divisão da Espanha e será desafiado na partida de ida das quartas de final da Copa do Rei, às 18h15min (de Brasília).

No último triunfo, Ronaldinho deu os precisos passes para os gols de Iniesta e Samuel Eto'o e comandou a vitória de 2 a 0. No lance de maestria do segundo gol, o camisa 10 dominou o chutão da defesa com a perna direita, e usou a esquerda para deixar o camaronês na cara do gol. Desde então, de nada adiantou Messi, David Villa, Pedro, Alexis Sánchez, Neymar ou Suárez. São oito confrontos no Anoeta, com cinco vitorias da Real Sociedad e três empates.

A mostra de como o Barcelona sofre jogando no Anoeta foi dada no último confronto, dia 27 de novembro pelo Campeonato Espanhol. O Barça, com o trio de ataque Messi, Suárez e Neymar, arrancou o empate por 1 a 1, mas foi dominado. O time terminou o primeiro tempo sem chute a gol. O confronto ainda representa a única vez da temporada em que teve desvantagem na posse de bola - 52% para a Real Sociedad contra 48% para o Barcelona -.

"Parece uma coisa sobrenatural tendo em conta que o tabu coincide cm a época mais gloriosa do Barcelona. São anos em sequência ganhando títulos, e sofrendo no Anoeta. A Real Sociedad consegue se impor sempre que joga em casa diante do Barça", destacou o repórter catalão Xavi Canals, do jornal esportivo catalão "Sport".

Jogadores e a comissão técnica do Barcelona rejeitam explicações técnicas para justificar o tabu no Anoeta. O treinador Luis Enrique não gosta de falar sobre o assunto.

"Como disse um amigo meu: a cada jogo está mais perto a nossa vitória no Anoeta", se limitou a dizer o técnico.

"Não é questão de ter uma explicação. A Real Sociedad é um bom time e sempre joga bem em casa e é isso que precisa ser respeitado", destacou o zagueiro Piqué.

Na luta contra o histórico ruim, o Barcelona coloca em campo o que a imprensa considera a "força máxima". O único desfalque é o Rafinha com lesão na perna direita. O brasileiro foi titular nos dois últimos jogos do time e a saída deve representar o retorno do croata Ivan Rakitic.

A equipe deve ir a campo com: Ter Stegen; Sergi Roberto, Umititi, Piqué e Jordi Alba; Busquets, Iniesta e Rakitic; Messi, Suárez e Neymar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos