Tite chama preparador que perdeu filho em tragédia: "família é quem sofre"

Pedro Ivo Almeida e Rodrigo Mattos

Do UOL, no Rio de Janeiro

O técnico Tite fez uma convocação especial para o 'Jogo da Amizade', amistoso contra a Colômbia em prol das vítimas do acidente da Chapecoense. O treinador chamou para integrar a comissão técnica o preparador físico Paulo Paixão, que perdeu seu filho Anderson na tragédia matou 71 pessoas em novembro de 2016.

"Tem todo simbolismo e gratidão nossa", explicou o técnico, que ressaltou a importância do amistoso. "Agora é uma outra oportunidade de colocarmos todo o carinho em cima de uma coisa que não gostaríamos de estar fazendo, mas é importante. Entendo que a melhor forma que a gente tem de poder dizer isso. Agora passa o evento quem sofre é a família, o pai, a irmã, a esposa, o filho. Nós vamos seguir e eles continuam com a adversidade. Tomara que as pessoas também possam se fazer presente". 

Tite também comentou sobre a baixa procura por ingressos para a partida. Até agora, apenas 5 mil ingressos foram comercializados. O treinador, porém, acredita que o Engenhão estará lotado para o confronto do próximo dia 25.

"Vou abrir meu coração. A primeira coisa que me vem à cabeça é a homenagem que o Atlético Nacional fez. Eu falei 'ba, não vai colocar muita gente no estádio'. E quando eu vi as ruas próximas lotadas isso arrepiou. E a gente não precisa enquanto ser humano que uma desgraça venha nos mobilizar. E não precisa de uma desgraça para nos mobilizar", complementou. 

Tite declarou nesta quinta-feira que se preocupou com os clubes ao elaborar a lista de convocados. Foram relacionados apenas atletas que atuam no futebol brasileiro. Várias novidades foram apresentadas na convocação dos jogadores para o 'Jogo da Amizade' contra a Colômbia no dia 25 de janeiro, no Engenhão.

Os times nacionais iniciam preparação para a temporada. O treinador da seleção ponderou que a convocação analisou os torneios deste início de ano, além do estado físico dos atletas nesta retomada pós férias.

"Procuramos encontrar bom senso. Houve análise técnica, análise dos campeonatos. Temos cinco atletas de ouro olímpico. Tivemos que colocar tudo isso na balança".

Para definir a lista de 23 atletas, a CBF estudou 48 jogadores. Tite consultou os clubes envolvidos e estabeleceu os nomes conforme a resposta dos times sobre o estágio físico.

Veja a lista completa

Goleiros

Alex Muralha (Flamengo)

Danilo Fernandes (Inter)

Weverton (Atlético-PR)

 

Laterais

Fabio Santos (Atlético-MG)

Fagner (Corinthians)

Jorge (Flamengo)

Marcos Rocha (Atlético-MG)

 

Zagueiros

Rodrigo Caio (São Paulo)

Pedro Geromel (Grêmio)

Luan (Vasco)

Vitor Hugo (Palmeiras)

 

Meio-campo

Camilo (Botafogo)

Diego (Flamengo)

Henrique (Cruzeiro)

Rodriguinho (Corinthians)

Walace (Grêmio)

Willian Arão (Flamengo)

Gustavo Scarpa (Fluminense)

Lucas Lima (Santos)

 

Atacantes

Dudu (Palmeiras)

Diego Souza (Sport)

Luan (Grêmio)

Robinho (Atlético-MG)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos