Tite não vê idade como "impeditivo" na seleção e abre portas para Robinho

Do UOL, em São Paulo

O técnico Tite, da seleção brasileira, ressaltou a oportunidade que os jogadores convocados nesta quinta-feira terão em sua equipe. Segundo o treinador, a idade não será nenhum impeditivo para chances no time.

"Se há um aspecto e um critério, é de todos poderem estar presentes na sequência. Não vejo idade como impeditivo. Agora vejo desempenho, performance, alto nível. Mais jovem é o Jorge, de 20 anos, e serve para o Robinho, de 32, com perfeitas condições de servir à seleção. Penso em ser justo", falou o treinador.

A lista desta quinta-feira é apenas para um amistoso contra a Colômbia para arrecadar fundos para os familiares da Chapecoense. Para o duelo, o treinador só pôde convocar jogadores que atuam no Brasil.

Tite também aproveitou a oportunidade para ressaltar o meia Diego, que voltou ao Brasil na última temporada e se destacou no Flamengo.

"Tem essa virtude, demonstrou essa característica. O Diego retornou. Deu um up ao Flamengo muito grande. Jogador que tem capacidade. Emprega muita criatividade à equipe, acompanhando todos aqueles critérios físicos e no meu entender se fizeram merecedores", completou.

Para o amistoso, Tite reunirá novamente Diego e Robinho que foram responsáveis por eliminar o treinador do Campeonato Brasileiro de 2002, quando o Santos foi campeão.

"Podia ter me feito a pergunta sem fazer essa lembrança. Saí com a cabeça desse tamanho. Muita qualidade técnica. Eles mantêm. Por exemplo. Quando o Atlético Mineiro falou que o Robinho voltou voando, na condição física e peso. Cara, a gente planta. A responsabilidade, o nível técnico. Foi dos jogadores goleadores que desenvolveu uma capacidade por tempo jogado e não por número de gols feitos em partida. Robinho é o goleador do Atlético e quarto do Brasileiro. Ele construiu o seu momento, virou fazedor de gols. Diego já falei também", finalizou.

Tite declarou que se preocupou com os clubes ao elaborar a lista de convocados. Foram relacionados apenas atletas que atuam no futebol brasileiro. Os times nacionais iniciam preparação para a temporada. O treinador da seleção ponderou que a convocação analisou os torneios deste início de ano, além do estado físico dos atletas nesta retomada pós-férias.

"Procuramos encontrar bom senso. Houve análise técnica, análise dos campeonatos. Temos cinco atletas de ouro olímpico. Tivemos que colocar tudo isso na balança".

Para definir a lista de 23 atletas, a CBF estudou 48 jogadores. Tite consultou os clubes envolvidos e estabeleceu os nomes conforme a resposta dos times sobre o estágio físico. O treinador ainda ressaltou que os atletas que atuam no Brasil têm a mesma chance dos que jogam na Europa de serem chamados no futuro para duelos das eliminatórias.

"Não é pré-requisito, não fico atento a isso. Fico atento a qualidade. Pode estar no Brasil e daqui a pouco não estar mais. Um dos pré-requisitos não é esse. É o atleta em forma, com saúde. Nós temos coerentemente seguido essa situação", concluiu.

Veja a lista de convocados:

Goleiros

Alex Muralha (Flamengo)
Danilo Fernandes (Inter)
Weverton (Atlético-PR)

Laterais

Fabio Santos (Atlético-MG)
Fagner (Corinthians)
Jorge (Flamengo)
Marcos Rocha (Atlético-MG)

Zagueiros

Rodrigo Caio (São Paulo)
Pedro Geromel (Grêmio)
Luan (Vasco)
Vitor Hugo (Palmeiras)

Meio-campo

Camilo (Botafogo)
Diego (Flamengo)
Henrique (Cruzeiro)
Rodriguinho (Corinthians)
Walace (Grêmio)
Willian Arão (Flamengo)
Gustavo Scarpa (Fluminense)
Lucas Lima (Santos)

Atacantes

Dudu (Palmeiras)
Diego Souza (Sport)
Luan (Grêmio)
Robinho (Atlético-MG)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos