Sul-Americano Sub-20: Com um a mais, Brasil para no Chile e fica no 0 a 0

Do UOL, em São Paulo

  • @LaRoja/Twitter

O Brasil bem que tentou, mas não conseguiu sua segunda vitória no Sul-Americano Sub-20 de 2017, disputado no Equador. Jogando na cidade de Riobamba pela segunda rodada do Grupo A, a equipe comandada por Rogério Micale ficou no 0 a 0 com o Chile, que atuou com um jogador a menos desde o primeiro tempo.

Com o resultado no Estádio Olímpico de Riobamba, o Brasil chegou a quatro pontos em duas partidas - na estreia, venceu o Equador por 1 a 0, graças a um gol de Felipe Vizeu. O Chile, que folgou na primeira rodada, somou seu primeiro ponto.

A seleção brasileira volta a entrar em campo no domingo, quando enfrenta o Paraguai na cidade de Ambato, em partida marcada para as 16h45 (horário de Brasília). No mesmo dia, os chilenos medem forças com o Equador.

O jogo

O Brasil começou a partida sofrendo para fazer frente aos chilenos. Com melhor ritmo de jogo, o Chile foi responsável por criar a primeira boa chance aos 29 min do primeiro tempo, em lançamento na área que o goleiro Caíque precisou se esticar para salvar. Quatro minutos depois, a zaga não conseguiu afastar, e Suazo tentou com um desequilibrado voleio – a bola passou por cima do gol.

A situação só melhorou quando a arbitragem deixou o Chile com um a menos – Jeisson Vargas foi expulso após uma entrada forte em Lucas Paquetá. A partir daí, a seleção brasileira começou a criar boas chances – nos acréscimos, o mesmo Paquetá aproveitou a sobra de bola na entrada da área e chutou; a bola ainda desviou em David Neres antes de tocar na trave e sair.

No começo do segundo tempo, mais uma boa chance de Paquetá: o camisa 10 arriscou o chute rasteiro da intermediária aos 6 min e obrigou o goleiro Gonzalo Collao a espalmar para a linha de fundo. Mais tarde, aos 17 min, David Neres fez bela jogada individual pela direita, entrou na área e bateu para o gol – Collao deu rebote para a frente, Felipe Vizeu escorou, mas o goleiro se recuperou e espalmou para fora.

Aos 29 min, o Chile chegou com perigo em cobrança de falta na área - Richard Paredes cabeceou, mas Caíque defendeu. Nervoso, o Chile ainda perdeu mais um jogador, mas no banco de reservas: fora do jogo, Jaime Carreño levou dois cartões amarelos por reclamação e acabou sendo expulso aos 36 min da etapa final.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos