Rodrigo ganha aula de time de basquete do Vasco e encara disputa na NBA

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

Sai a chuteira, o gramado e a bola branca. Entra o tênis, a quadra e a bola laranja. Em experiência única, o zagueiro Rodrigo trocará os chutes pelos arremessos e será o representante do Vasco na disputa de basquete que acontecerá no intervalo da partida entre Orlando Magic e Milwaukee Bucks, pela NBA, nesta sexta-feira, na Flórida (EUA).

O evento faz parte de uma ação de marketing da Flórida Cup e consiste em reunir um jogador de cada clube participante para uma disputa de arremessos.

Sempre competitivo, o defensor e capitão cruzmaltino não quer fazer feio e tem treinado o fundamento. Uma semana antes da viagem, por exemplo, ele teve uma aula com os jogadores Ricardinho e David Jackson, da equipe vascaína do NBB, a liga de basquete nacional.

De acordo com Ricardinho, Rodrigo leva jeito para o esporte:

"Ele, por ser atleta, acompanha todos os esportes. Já no primeiro arremesso que ele deu, surpreendeu, porque ele já tinha uma mecânica legal. Só precisava de uns ajustes, como como encostar a palma da mão na bola (movimento que eles chamam de concha). Aí, acho que no terceiro arremesso, ele já acertou uma bola. O cara que é atleta quer se superar. A mesma coisa se eu for bater uma falta no campo, vou querer acertar, vou treinar para isso. E ele foi super solícito, atencioso, parou para ouvir o que eu e o David falávamos".

Desde que o Vasco voltou à elite do basquete brasileiro, alguns jogadores do time de futebol têm acompanhado o NBB. Segundo Ricardinho, os que estão mais antenados são o zagueiro Luan, o goleiro Gabriel Félix, que inclusive comparece a alguns jogos, além do próprio Rodrigo. Já a equipe de juniores em peso interage com os atletas da quadra.

"Sempre cobrei muito que houvesse essa interação da gente dentro do clube, porque somos um clube só. Isso é importantíssimo para o desenvolvimento do Vasco", disse o ala-armador, que revelou dar conselhos para alguns jogadores de futebol da base.

"Professor" de Rodrigo, Ricardinho acredita que o xerife vascaíno não decepcionará em quadra na NBA:

"Eu acho que ele vai fazer bonito, sim, e não vai sentir a pressão. Um cara que está acostumado com um Maracanã com 80 mil pessoas não vai sentir a pressão de um ginásio para 40 mil".

Desafios à parte, os companheiros de Rodrigo já provocam e brincam com o zagueiro. Em entrevista ao Sportv, o defensor revelou que o elenco criou um bolão e somente Nenê apostou que ele vencerá a disputa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos