53 dias após acidente, Chape apresenta novo time contra o Palmeiras

Daniel Fasolin

Colaboração para o UOL, de Chapecó

  • Danilo Lavieri/UOL

    Arena Condá recebe amistoso entre Chapecoense e Palmeiras nesta tarde

    Arena Condá recebe amistoso entre Chapecoense e Palmeiras nesta tarde

Neste sábado (21), a Chapecoense faz sua estreia na temporada 2017. Cinquenta e três dias após o trágico acidente em Medellín, que tirou a vida de 71 pessoas, das quais 19 jogadores do clube, o time pisará novamente no gramado da Arena Condá para uma partida às 16h30 (de Brasília).

Após o pior momento de sua história, o clube busca a reconstrução, dentro e fora de campo. A nova diretoria, presidida por Plinio David de Nes filho, precisou agir rápido e de modo assertivo, com os responsáveis pela remontagem do elenco escolhidos de forma criteriosa.

Maninho, como é chamado o presidente da Chape, trouxe o experiente diretor de futebol Rui Costa para exercer o cargo de executivo de futebol do clube. João Carlos Maringá, que já havia passado pela Chapecoense foi o escolhido para ser o diretor de futebol e Nivaldo, ídolo do clube, passou a ser o gerente de futebol.

Os três passaram os últimos dias trabalhando na escolha dos nomes, juntamente ao técnico Vagner Mancini. Um trabalho que durou pouco menos de um mês e resultou na contratação de 22 jogadores que se integraram a 3 remanescentes: Neném, Martinuccio e Moisés.

O elenco montado foi baseado no DNA da equipe catarinense, com jogadores comprometidos com um projeto que vinha dando resultados. Sem grandes estrelas, mas com a promessa de organização e boa gestão.

Foi dessa maneira que a Chapecoense se mantém na elite do futebol brasileiro e hoje simbolicamente dá o pontapé inicial para uma nova era.

Homenagens

O sábado, a partir das 15h30 (de Brasília) também será marcado por várias homenagens para os familiares das vítimas, para os sobreviventes e também para os torcedores do clube.

No primeiro momento da programação, familiares das vítimas receberão as medalhas da conquista da Copa Sul-Americana. Além disso, os sobreviventes entrarão em campo para, finalmente, receber o troféu do torneio.

No segundo momento do protocolo, o novo elenco entrará em campo - guiados por atletas das categorias de base e das escolinhas do clube – os jogadores serão apresentados para a torcida e irão para o jogo.

No que envolve a torcida, em iniciativa do departamento de marketing serão distribuídos 10 mil escudos e 10 mil estrelas de papel aos torcedores. Além disso, numa parceria do marketing com as torcidas organizadas, será exibido um mosaico de 10m², onde estará estampada a estrela que fica acima do novo escudo da Chapecoense, reformulado após a tragédia.

Aos 26 minutos do segundo tempo - no marco do 71º minuto corrido de jogo - acontecerá um dos momentos mais emblemáticos. O sistema de som do estádio ecoará o "Vamos, vamos, Chape", de modo a instigar o torcedor a cantar e aplaudir por um minuto, como forma de homenagear e lembrar todos as vítimas do acidente aéreo. No jogo contra o Palmeiras, em especial, por se tratar de um amistoso, o árbitro irá paralisar a partida no momento em questão.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE x PALMEIRAS

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 21 de janeiro de 2017 (sábado)
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Auxiliares: Nadine Câmara Bastos (Fifa-SC) e Maira Americano Labes (SC)

CHAPECOENSE: Artur; João Pedro, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Amaral, Andrei Girotto e Neném; Rossi, Wellington Paulista e Niltinho.
Técnico: Vagner Mancini.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Antônio Carlos, Thiago Martins e Egídio; Felipe Melo; Róger Guedes, Tchê Tchê, Raphael Veiga e Dudu; Alecsandro.
Técnico: Eduardo Baptista.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos