Tevez é apresentado e diz que é falta de respeito dizer quanto ganhará

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters

Apresentado neste sábado Shangai Shenhua, o atacante Carlos Tevez disse que não gostaria de comentar sobre quanto ganhará no time chinês porque seria uma falta de respeito aos seus novos companheiros.

"Não digo o quanto vou ganhar porque isso é confidencial. Um não pode ficar dizendo quanto vai ganhar em respeito aos seus companheiros e à instituição, então acredito que é uma falta de respeito dizer quanto se ganha para fazer seu trabalho", afirmou.

Segundo informações da imprensa chinesa, Tevez receberá US$ 40 milhões anuais (cerca de R$ 136 milhões) por temporada no Shangai Shenhua. Com 32 anos, ele encerrou na última temporada a sua segunda passagem pelo Boca Juniors sem o mesmo sucesso da primeira, quando conquistou a Copa Libertadores de 2003. A transferência ainda rendeu US$ 11 milhões (R$ 36 milhões) aos cofres do Boca.

Tevez chegou à China durante a semana e foi recebido com muita festa. Ele prometeu retribuir o carinho. "Com as boas-vindas que me deram, fizeram me sentir como se estivesse em casa", afirmou.

Tevez também foi questionado sobre a situação de Lionel Messi, que ainda não renovou seu contrato com o Barcelona válido até junho de 2018. Na avaliação do argentino, o amigo não mudará de clube na Europa.

"Para Messi, a renovação não é uma questão de dinheiro, é mais uma coisa que diz o seu coração. Não creio que seja outra coisa. É difícil ter uma relação de tantos anos como a que ele tem com o Barcelona . Passaram dois ou três presidente pelo clube e o Messi segue ali", disse.

"É muito difícil que deixe o Barcelona e o dia que fizer isso, creio que irá para a sua casa, no Newell's Old Boys. Eu não o vejo  em outro lado, mas é uma decisão pessoal que não posso dar certeza", completou.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos