Trio Fla-Flu brilha, Brasil vence e encaminha vaga no Sul-Americano

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / RODRIGO BUENDIA

    Matheus Sávio, do Flamengo, abriu o placar da vitória por 3 a 2 contra o Paraguai

    Matheus Sávio, do Flamengo, abriu o placar da vitória por 3 a 2 contra o Paraguai

O Brasil venceu o Paraguai por 3 a 2 e encaminhou a classificação para o hexagonal final do Sul-Americano Sub-20. Matheus Sávio e Felipe Vizeu, ambos do Flamengo, e Richarlison, do Fluminense, marcaram os gols da vitória brasileira neste domingo (22). Os paraguaios descontaram duas vezes com Medina - o segundo uma pintura. 

Apesar do placar apertado, o Brasil fez sua melhor partida no Sul-Americano. Abriu 3 a 0 no Paraguai com domínio total do jogo e praticamente sem passar perigo. No fim, porém, vacilou atrás, sofreu dois gols e acabou tomando pequeno sufoco. A zaga brasileira não havia sido vazada até então. 

Com o resultado, o Brasil chegou à liderança do grupo A com sete pontos (duas vitórias e um empate) e praticamente garantiu sua classificação. O torneio tem dois grupos, cada um com cinco times, sendo que os três primeiros colocados de cada avançam para o hexagonal final, de onde sairão os classificados para o próximo Mundial Sub-20. Os garotos brasileiros voltam a campo na próxima terça (24), ante a Colômbia. 

Micale promove mudanças

Rogério Micale mexeu bastante na equipe em relação àquela que empatou com o Chile na segunda rodada. Recuperado, Guilherme Arana voltou à lateral esquerda, enquanto Robson e Gabriel ganharam chances na zaga. O treinador ainda tirou Lucas Paquetá e David Neres para dar chances a Matheus Sávio e Léo Jabá no meio de campo.

Os destaques

AFP PHOTO / RODRIGO BUENDIA ORG XMIT: RBH2782
Felipe Vizeu agradece assistência de Léo Jabá no terceiro gol do Brasil

Além de marcar o segundo gol, Richarlison participou ativamente dos melhores momentos do Brasil na partida e voltou a ser o melhor jogador em campo. Léo Jabá também merece menção honrosa: teve boa exibição e ainda "deu" um gol para Vizeu. 

O jogo

O Brasil começou pressionando o Paraguai, com mais posse e domínio das ações no meio de campo. Na primeira boa chegada, aos 11, Richarlison chutou no pé trave. A seleção canarinho continuou melhor na partida e voltou a perder boa oportunidade aos 27, com Léo Jabá, que parou em defesa à queima-roupa. Quatro minutos depois, o Paraguai assustou pela primeira vez em vacilo do goleiro Caíque. Ele errou na saída e entregou a bola nos pés de Ferreira, que finalizou para fora. A superioridade brasileira enfim converteu-se em gol aos 37 – Matheus Sávio cobrou falta com força, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro paraguaio.

O roteiro seguiu no segundo tempo. E o Brasil ampliou o placar logo aos 11, com Richarlison, um dos melhores em campo. Após chutão de Caíque, Vizeu desviou de cabeça e deixou companheiro na cara do gol. O jovem do Fluminense não perdoou e finalizou com categoria. O segundo gol desestabilizou de vez o Paraguai, que teve Villalba expulso com vermelho direto após violenta entrada de sola em Robson. Foi questão de tempo até o Brasil fazer 3 a 0, com Felipe Vizeu, em generosa assistência de Léo Jabá. O Paraguai ainda diminuiu no fim com Jesus Medina, em cobrança de pênalti cometido por Douglas Luiz. E o próprio Medina fez o segundo nos acréscimos em lindo chute por cobertura. 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos