Assis diz que Barcelona não é impeditivo para Coritiba ter Ronaldinho

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL, de Curitiba (PR)

O irmão e empresário de Ronaldinho, Roberto de Assis, disse que a proposta do Barcelona para que o meia integre uma equipe de trabalho do clube catalão não impede que ele assine contrato com o Coritiba. A notícia foi revelada pelo diário Mundo Deportivo e causou preocupação na torcida alviverde, esperançosa em contar com o meia para 2017. Assis conversou com Juliano Belletti, colega de Ronaldinho no Barça e hoje gerente de relações internacionais do Coxa, e Alex Brasil, gerente de futebol do clube paranaense, nessa terça-feira, no Rio, quando recebeu a proposta oficial.

"Foi um papo tranquilo", desconversou Assis, que estava para embarcar para Paris, onde Ronaldinho vai receber um prêmio do PSG. "A gente vai avaliar a primeira proposta. Estou viajando agora, a gente tem dois eventos, vamos para lá e depois vamos dar a resposta", disse, sem apontar um prazo específico.

Ronaldinho deve passar 10 dias fora do Brasil. Perguntado se a proposta de ser embaixador do Barça pelo Mundo e comandar um time de másters pode afastar Ronaldinho do Coxa, Assis foi categórico: "Não. Nós vamos fazer algo muito mais amplo que isso. É um projeto de embaixador. O máster vai entrar no momento certo, até por que nós temos outras ideias hoje."

Desta forma, Assis deixou aberta a chance de Ronaldinho assinar com o Coxa dentro dos parâmetros sinalizados anteriormente, mas também pode fazer uma contraproposta. Ronaldinho teria um salário fixo de R$ 300 mil mensais mais bonificações por gols, assistências, títulos e classificações para campeonatos, além de percentuais de comissão em tudo que exceder a média atual do Coritiba em bilheteria, número de sócios, venda de camisas e publicidade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos