Desgaste maior: Fifa "frustra" Tite e veta 11 substituições em amistoso

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Evaristo Sá/AFP

O amistoso da próxima quarta-feira (25) não será exatamente como Tite imaginava. Por conta de uma proibição da Fifa, o técnico da seleção brasileira não conseguirá utilizar dois times - 11 substituições - no duelo contra a Colômbia, no estádio Nilton Santos (Engenhão), em jogo beneficente com renda revertida para familiares de vítimas do acidente com o voo da Chapecoense.

Por conta do período de pré-temporada, a comissão técnica não gostaria de ter jogadores por mais de 45 minutos em campo - evitando um desgaste que prejudicasse os clubes. No entanto, a Fifa, consultada pela CBF, informou que somente seis trocas - padrão para amistosos - serão autorizadas.

"Não era o que imaginávamos, não gostaríamos. Mas temos que respeitar. A preparação será de todos, mas apenas seis jogadores do banco entrarão no decorrer do amistoso", disse Tite.

O coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar, esclareceu que a Fifa entendeu que o jogo não poderia ser tratado de outra forma, visto que contabiliza pontos para ranking e outras análises técnicas da Federação Internacional.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos