Brasil encara Colômbia por Chape e manutenção no topo do ranking da Fifa

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Diego Vara/REUTERS

    Tite (d) comanda seleção em jogo que pode devolver Brasil ao topo do ranking da Fifa

    Tite (d) comanda seleção em jogo que pode devolver Brasil ao topo do ranking da Fifa

Tite avisou desde o início: não gostaria de ter um jogo logo no início de 2017 e nem faria questão da vitória diante da Colômbia nesta quarta-feira (25), às 21h45, no estádio Nilton Santos (Engenhão). O amistoso beneficente com renda líquida revertida integralmente para familiares das vítimas do trágico voo da Chapecoense seria apenas uma breve análise de novas peças na equipe e chance de reforçar um espírito solidário. No entanto, a partida pode ratificar o bom momento brasileiro no cenário mundial.

Ao consultar a Fifa sobre o número de substituições e o caráter do jogo, a CBF ouviu: o duelo contará pontos para o ranking oficial. E o sonhado empate de Tite pode manter a seleção próximo ao topo da lista - no segundo lugar, atrás apenas da Argentina.

Com Robinho, sem Diego

Sem muito tempo para treinar e com uma seleção pouco entrosada, Tite apostou em nomes experientes e em jogadores que já vinham sendo convocados. Na defesa, nenhuma surpresa: chamados em outros jogos, Fagner, Geromel, Rodrigo Caio e Fábio Santos estarão entre os titulares. Do meio para o ataque, algumas novidades. Willian Arão começará o jogo em sua primeira convocação, enquanto o campeão olímpico Walace se junta a Lucas Lima, Dudu, Diego Souza e Robinho. Weverton será o titular no gol.

Grande destaque da lista de convocados – composta apenas por jogadores que atuam no Brasil –, a dupla Diego e Robinho não estará em campo ao mesmo tempo. Ao menos no início do jogo. Mas o meia do Flamengo não desanima.

"O importante é voltar a viver esse ambiente. Seria muito legal estar com ele, é um amigo. Mas vamos curtir isso, trabalhar, buscar ter novas chances", disse Diego.

O jogador, que usou a camisa 10 em alguns torneios pela seleção, torce para ganhar uma das únicas seis vagas ainda disponíveis. Por conta do regulamento da Fifa, Tite não conseguirá colocar todos os reservas em campo.

Pelo lado da Colômbia, nada de seleção caseira. O técnico José Pekerman também exaltou o espírito amistoso, mas quer uma preparação série para os próximos compromissos nas Eliminatórias.

Composta por jogadores que atuam no próprio país e em outros mercados da América do Sul, a equipe realizou dois treinos fechados nos últimos dias – sem entrevistas ou imagens – e terá nomes experientes como Téo Gutiérrez, Aguilar e Macnelly Torres em campo.

Para os torcedores brasileiros, as principais atrações são o volante Cuéllar, do Flamengo, e os santistas Copete e Hernandez.

BRASIL x COLÔMBIA

Data e hora: 25 de janeiro de 2017 (quarta-feira), às 21h45 (horário de Brasília)
Local: Estádio Olímpico Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)

Brasil
Weverton; Fagner, Geromel, Rodrigo Caio e Fábio Santos; Walace, Willian Arão e Lucas Lima; Dudu, Robinho e Diego Souza
Técnico: Tite

Colômbia
David González (Camilo Vargas); Uribe, Felipe Aguilar, Quintero e Farid Díaz; Abel Aguilar, Bocanegra e Macnelly Torres; Borja, Téo Gutiérrez e Copete
Técnico: José Pekerman

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos