Cristovão usa artilheiro da base como volante e aposta em joia encostada

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Nelson Costa / Flickr do Vasco

    Evander foi artilheiro nas divisões de base do Vasco atuando como meia-atacante

    Evander foi artilheiro nas divisões de base do Vasco atuando como meia-atacante

A participação do Vasco na Florida Cup serviu para o torcedor cruzmaltino perceber que o técnico Cristóvão Borges aposta em escolhas ousadas para 2017. Além de mudar o esquema tático desenvolvido por seu antecessor Jorginho, o treinador surpreendeu a todos ao escalar o jovem Evander, que foi artilheiro nas divisões de base atuando de meia-atacante, como volante.

Outra aposta de Cristóvão foi no meia Guilherme Costa, de 22 anos, também revelado nas divisões de base e que não tinha oportunidade entre os profissionais. Apesar de ter colecionado passagens por seleções brasileiras das categorias inferiores, ele jamais havia atuado oficialmente no time de cima e, desde que se profissionalizou, já tinha sido emprestado a duas equipes: Bragantino e Boavista (RJ).

Evander, que constantemente é monitorado por clubes europeus, alternou bons e maus momentos em sua nova função. Por possuir boa técnica, foi bem na parte ofensiva, mas deixou a desejar em alguns lances no quesito marcação. Se manteve, porém, como titular durante as três partidas da competição ao lado do paraguaio Julio dos Santos.

"Algumas vezes na base atuei ali. É corrigir um pouco o posicionamento e a marcação. Mas vamos corrigindo com o tempo", declarou Evander.

Já Guilherme Costa entrou no decorrer da estreia contra o Barcelona de Guayaquil (EQU) e foi muito bem, auxiliando no apoio ao lado de Nenê e quase fazendo um gol. Na partida seguinte, diante do Corinthians, foi alçado ao time titular, voltando ao banco no último compromisso, com o River Plate (ARG), quando também entrou no segundo tempo.

Feliz com a oportunidade tardia e aguardada, ele comemorou nas redes sociais:

"Não posso deixar de compartilhar minha felicidade por ter estreado no time principal desse clube, o qual dedico minha vida há 11 anos! Obrigado ao apoio da torcida e a todos que torcem por mim! Agora é foco no Carioca!".

Além das apostas nos jovens, Cristóvão Borges trocou o 4-4-2 de Jorginho pelo 4-2-3-1.

O Vasco ficou em terceiro lugar na Florida Cup, vencendo Barcelona-EQU (2 a 1) e River Plate (1 a 0) e perdendo para o Corinthians (4 a 1).
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos