São Paulo procura um atacante e ainda pode perder Chávez para a China

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • LUIS MOURA/WPP/ESTADÃO CONTEÚDO

    Chávez tem contrato com o São Paulo só até o dia 30 de junho

    Chávez tem contrato com o São Paulo só até o dia 30 de junho

O São Paulo procura um atacante para completar o seu elenco nesta temporada. No entanto, o clube pode perder o seu artilheiro no segundo semestre. Com 10 gols marcados em 23 partidas, Chávez está na mira do futebol chinês.

Segundo o empresário do jogador, Fernando Hidalgo, há um grupo de agentes o procurou com uma proposta milionária para tirar o argentino do Brasil. O O São Paulo, no entanto, não foi contactado pelos chineses. Após a reapresentação do time, nesta quarta-feira, no CT da Barra Funda, o atacante confirmou a sondagem.

"Sim, se falou muito disso. Mas estou tranquilo. Quero ter tempo para pensar. Tenho contrato com o São Paulo e estou bem. Depois, veremos como será", disse Chávez, que tem vínculo com o Tricolor até o dia 30 de junho deste ano. Caso o São Paulo queira mantê-lo no time depois dessa data, terá de desembolsar R$ 4 milhões.

"Quero jogar, que é o mais importante. E tenho conseguido isso aqui, pois no ano passado disputei quase todas as partidas. Depois, vou falar com os dirigentes para saber o que eles pensam. Eles têm a opção de compra e ainda não falaram nada", completou o jogador de 25 anos.

Apesar de ainda não saber qual será o seu destino no segundo semestre, o argentino mantém a calma.  "O meu contrato encerra em junho e há várias coisas que estamos falando. Mas estou tranquilo, verei o melhor para o meu futuro. Estou trabalhando, não falei nada com dirigente. Quero treinar, estar bem e fazer o melhor possível", afirmou Chávez.

Com a necessidade de contratar um jogador para o sistema ofensivo, o São Paulo foi atrás do paraguaio Cristian Colmán, mas o clube não chegou a um acordo com o Nacional do Paraguai. O argentino Calleri, que se destacou pelo Tricolor no primeiro semestre de 2016, também esteve na mira. Mas o jogador não conseguiu convencer o grupo de empresários que cuida de sua carreira a liberá-lo para voltar ao Brasil.

Desta maneira, o caminho mais provável de Calleri, que está no West Ham, da Inglaterra, é acertar com o Las Palmas, da Espanha, ou com outro clube europeu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos