Destaque na estreia da Chape, Nathan diz que time ainda precisa entrosar

Daniel Fasolin

Colaboração para o UOL, em Chapecó (SC)

  • Chapecoense/Divulgação

    Zagueiro (dir.) projetou a estreia no Catarinense

    Zagueiro (dir.) projetou a estreia no Catarinense

Após a estreia oficial na temporada 2017, a Chapecoense voltou aos trabalhos na tarde desta sexta-feira (27) visando o primeiro jogo pelo Campeonato Catarinense, contra o Internacional de Lages, no próximo domingo (29).

Antes da atividade o zagueiro Nathan, um dos destaques apontados por Vagner Mancini após o jogo de quinta-feira (26), concedeu entrevista coletiva no CT Água Amarela.

"Nenhum time que tenha treinado quinze dias estará pronto. Conforme os jogos vão passando a equipe vai se encaixando. O Mancini vai ter mais tempo para encaixar o esquema e iremos melhorar a cada jogo", declarou o defensor. "Aqui não tem time A ou time B, ainda mais com um elenco desse nível. Todos têm capacidade por que foram escolhidos para estar aqui hoje."

Nathan valorizou todas as competições que o clube catarinense disputará. Para ele, três pontos na Primeira Liga, Campeonato Catarinense e Copa Libertadores têm o mesmo valor e os jogadores têm a obrigação de representar a camisa da Chapecoense.

"Estamos levando o nome da equipe, mas como eu falei temos que ter tempo para entrosar o elenco, independente do campeonato vamos dar o nosso melhor", afirmou.

"Estamos deixando de lado o que passou e temos um novo desafio agora. É difícil lidar como essa parte psicológica. Estamos começando a olhar para frente. Estamos com uma página em branco para escrever a nossa história aqui. Os jogadores que estavam aqui elevaram o nível a um padrão que ninguém imaginava nós queremos continuar no alto nível que eles deixaram", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos