Comunidade de queda de avião faz campanha por devolução de objetos da Chape

Daniel Fasolin

De Chapecó, em colaboração para o UOL

  • Reprodução

Moradores da região da Antióquia, em Medellín, estão fazendo uma campanha pela devolução de objetos encontrados no local da queda do avião da Lamia, que transportava a delegação da Chapecoense e jornalistas. Materiais das 71 vítimas fatais e dos seis sobreviventes foram recolhidos pela população local.

Alguns colombianos pegaram os materiais como celulares e camisas entre as montanhas em que o avião caiu e guardaram para si. Apesar disso, outros moradores da comunidade pedem para que essas coisas sejam devolvidas e enviadas para Chapecoense.

De acordo com uma jornalista de uma televisão local, Rafael Henzel, um dos seis sobreviventes do acidente, foi contatado pelo socorrista que o atendeu para poder enviar os objetos já coletados. Um aparelho de fisioterapia da equipe da Chapecoense, por exemplo, já foi enviado.

Além dos objetos armazenados na comunidade, existem materiais que as autoridades colombianas coletaram e levaram para o aeroporto. Aparelhos de transmissão de rádio e televisão encontrados intactos serão enviados para Chapecó.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos