Grêmio resiste de novo e usa manutenção de estrelas para sonhar alto

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

    Walace e Luan se valorizaram com medalha olímpica e seleção, mas ficam no Grêmio

    Walace e Luan se valorizaram com medalha olímpica e seleção, mas ficam no Grêmio

O Grêmio resistiu. Com a janela de transferências internacionais para os principais mercados da Europa perto do fim, o Tricolor comemora as permanências de Luan e Walace, cotados fora do país há mais de um ano. Sem propostas consideráveis, o clube quer usar isso para sonhar alto. 

Luan chegou a receber uma proposta de R$ 51 milhões de um clube europeu por Luan. Rejeitou. Queria ao menos o dobro pelo atacante de 23 anos. Tais valores não foram apresentados e o clube comemorou. Mesmo com alguns dias para receber nova proposta, não acredita nisso. 
 
Já Walace teve sondagem de mais de uma dezena de clubes. Italianos, ingleses, espanhóis, alemães, portugueses, franceses, todos procuraram o agente do jogador ao menos uma vez atrás de informações. Quem chegou mais perto de um acordo foi a Lazio, da Itália, mas ainda assim não firmou proposta oficial. 
 
O marcador de 21 anos permaneceu no clube a expectativa é que seja negociado na próxima janela, em julho. Desta forma, tem mais um semestre ao menos na Arena. 
 
Com isso, o Tricolor conseguiu manter os 11 titulares da temporada anterior. Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Pedro Rocha, Douglas e Ramiro; Luan. Todos seguem no clube. E isso dá argumentos para sonhar alto. 
 
"A manutenção de todos é nosso maior reforço. Saíram alguns jogadores, mas que não era considerados do time titular. Tinham sua importância, mas não eram titulares. Não lembro de um ano para o outro ter mantido os 11 titulares do ano anterior. Sempre mudou uma, duas, ou até mais. Mas isso é muito importante no futebol", disse o goleiro Marcelo Grohe. 
 
Sem o peso da carência de títulos, rompida com a conquista da Copa do Brasil do ano passado, o Grêmio mira na Libertadores o novo passo para a glória. 
 
"O título do fim do ano passado nos traz uma perspectiva e confiança, tira um pouco do peso que existia. As coisas talvez se encaminhem mais naturalmente, é isso que esperamos. Vamos buscar as conquistas naturalmente. Que possamos fazer da Copa do Brasil um trampolim para novos títulos", completou o goleiro. 
 
A temporada começa oficialmente na próxima semana. Com o duelo com o Ypiranga, na Arena, o Tricolor abre o Gauchão tentando espantar a sequência de conquistas do Inter que dura desde 2011. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos