Menos de cinco meses e quatro jogos inteiros. Como foi Elias em Portugal

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Miguel Riopa/AFP

    Primeira passagem de Elias pelo Sporting foi melhor do que a segunda, que durou menos de cinco meses

    Primeira passagem de Elias pelo Sporting foi melhor do que a segunda, que durou menos de cinco meses

Em 31 de agosto do ano passado, dia do fechamento da janela de transferências de verão para equipes das principais ligas da Europa, o Sporting anunciou a contratação de Elias. Era o retorno ao clube português de um jogador que fez muito sucesso no futebol brasileiro, desde a passagem por Lisboa, entre 2011 e 2013. Os anos seguintes à primeira saída do Sporting foram de conquistas por Flamengo e Corinthians, além de convocações para a seleção brasileira.

Mas o jogador que custou cerca de 3,5 milhões de euros, o pagamento de um milhão de euros ao Corinthians mais o perdão de uma dívida de 2,5 milhões de euros do clube paulista, referente à compra do próprio Elias, não rendeu o que era esperado. O volante recebeu a camisa 22 e foi uma das muitas contratações feitas pelo clube Sporting, que através de seu presidente, Bruno de Carvalho, chegou a declarar que contava com um elenco dos sonhos.

Passados menos de cinco meses após o retorno do volante a Portugal, o brasileiro não faz mais parte do elenco. Assim como Elias, o Sporting não faz um bom papel na temporada 2016/2017. Último colocado no grupo F na Liga dos Campeões, os portugueses não disputam mais nenhum torneio internacional. Em casa, o quarto lugar e os dez pontos atrás do líder Benfica pesam muito para um time que sonhava com o título nacional.

Após os fracassos na primeira parte da temporada, a direção do Sporting optou pelo "emagrecimento" do elenco. Elias se tornou uma das primeiras opões para deixar o clube. Entre setembro e janeiro, o volante disputou 16 partidas, sendo somente quatro completas. Pelo campeonato local apenas um jogo como titular, assim como na Liga dos Campeões, mas sempre substituído pelo técnico Jorge Jesus.

As quatro partidas inteiras de Elias foram duas pela Taça de Portugal e outras duas pela Taça da Liga. Ao acertar com o Atlético-MG, o volante tenta recuperar a boa fase. Um bom desempenho com a camisa atleticana pode fazer o jogador retomar um sonho, defender a seleção brasileira. A última convocação foi para a Copa América Centenário, disputada no Estados Unidos e o Brasil ainda sob o comando de Dunga. Com Tite, técnico com quem venceu o Brasileirão de 2015, superando exatamente o Atlético, Elias ainda não teve chances.

Como Elias vinha treinando e ficando à disposição do treinador, com exceção dos últimos dias, quando foi liberado para acompanhar o nascimento do filho, em São Paulo, o volante depende apenas da regularização para estrear com a camisa do Atlético. A tendência é que isso aconteça no dia 12 de fevereiro, diante do Uberlândia, no Independência, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos