Gabriel "esquece" Palmeiras, celebra bi mundial do Corinthians e cita Fifa

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

    Gabriel deixou o Palmeiras para acertar com o Corinthians

    Gabriel deixou o Palmeiras para acertar com o Corinthians

O volante Gabriel chegou ao Corinthians nesta temporada depois de deixar o Palmeiras, clube que defendeu por dois anos. Nesta segunda-feira, o atleta falou sobre a polêmica decisão da Fifa, que considera títulos mundiais oficiais somente os dos torneios disputados a partir do ano 2000.

"Se a Fifa falou, não vamos discutir com a Fifa. São títulos que poucos têm. O Corinthians é bi mundial", disse Gabriel, sem citar o ex-time.

Com a decisão da Fifa, o Palmeiras não figura no rol de times campeões mundiais, mesmo vencendo a Copa Rio de 1951. O São Paulo também deixa de ser considerado tri mundial, sem as conquistas de 1992 e 1993, quando venceu Barcelona e Milan, respectivamente, no Japão.

Os dois títulos do Santos, de 1962 e 1963, também foram desconsiderados pela entidade máxima do futebol, assim como Flamengo (1981) e Grêmio (1983).

Gabriel deixou o Palmeiras depois de ser preterido pela diretoria alviverde. O atleta defendeu o clube por empréstimo em 2015 e 2016. Titular na primeira temporada, ele perdeu espaço depois de uma grave contusão no segundo semestre daquele ano.

Logo que chegou ao Corinthians, Gabriel ganhou a vaga de titular, atuando à frente da zaga no esquema 4-1-4-1 montado pelo técnico Fábio Carille.

"Tem um gostinho especial, estou um pouco ansioso, mas não vou deixar a ansiedade atrapalhar. Fui acolhido pelo grupo, estou tendo um dia a dia saudável, alegre. Não vejo a hora do jogo chegar para estrear na arena, com aquela torcida", afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos