Craque no futsal e algoz do Corinthians. Quanto Ceni perde sem David Neres

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Buda Mendes/Getty Images

    David Neres, quando defendia o São Paulo contra o Fluminense

    David Neres, quando defendia o São Paulo contra o Fluminense

O técnico Rogério Ceni não poderá contar em seu elenco com uma das principais promessas das categorias de base do São Paulo. Mas o quanto perde o treinador com a venda do meia-atacante David Neres, de 19 anos, para o Ajax, da Holanda? Tal pergunta pode ser respondida pelo retrospecto do jogador ou pelo elenco que o treinador terá à disposição. 

David Neres, que teve 80% dos seus direitos econômicos negociados por 15 milhões de euros (R$ 50,4 milhões), começou a se destacar no São Paulo em 2012, quando ainda atuava no sub-15 do clube.

Mesmo nas categorias de base, ele não deixou de lado uma de suas paixões: o futsal. O garoto sempre que podia participava das jogos com o time All-In, de Perus, bairro da Zona Norte de São Paulo. O meia-atacante fazia dupla com o seu irmão Vinícius e conquistou alguns títulos em campeonatos na região.

Chamado de craque pelos colegas, o jogador usava a camisa 5 no All-In e só deixou as quadras de lado quando não conseguiu mais conciliar o São Paulo com o futsal, há pouco mais de dois anos.

Pelo clube do Morumbi, Neres fez história ao conquistar quase todos os títulos possíveis nas categorias de base. Além de levantar a taça da Copa Libertadores Sub-20, em 2016, ele marcou um dos gols na final da Copa do Brasil Sub-20 de 2015, quando o São Paulo venceu por 2 a 0 sobre o Atlético-PR. Por isso, apesar do jeito tímido fora de campo, era considerado um jogador decisivo pelo técnico da base André Jardine.

Outro ponto que fez a torcida adotar Neres como um dos seus xodós era o seu bom retrospecto contra o Corinthians. No ano passado, por exemplo, o jovem participou da goleada por 5 a 0, em Barueri, no dia 4 de setembro, pelo Paulista Sub-20. Essa partida marcou o retorno dele ao time titular depois de sete meses longe dos gramados por causa de uma cirurgia no ombro esquerdo. Já pelo profissional, ele esteve em campo e marcou um dos gols no 4 a 0 sobre o Corinthians, no dia 5 de novembro, pelo Brasileiro.

Apesar de ter todo esse histórico positivo de Neres, Rogério Ceni deve ter peças para substituir o meia-atacante. Para o setor, o treinador conta com outras promessas, como Shaylon, Luiz Araújo e Lucas Fernandes. Os mais experientes Wellington Nem e Neilton também podem desempenhar o mesmo papel de Neres.

Nesta pré-temporada, por exemplo, o treinador nem sequer pôde utilizar a joia, que servia à seleção brasileira no Sul-Americano Sub-20. Por isso, Neres não fez parte do elenco que conquistou a Florida Cup, torneio amistoso disputado nos Estados Unidos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos