Jadson topa contrato de dois anos e fecha volta para o Corinthians

Dassler Marques e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

Jadson e o Corinthians finalmente se entenderam e o retorno do jogador está praticamente definido. De saída da China, o meia de 33 anos aceitou reduzir sua pedida inicial para jogar no clube por um contrato de duas temporadas. A informação foi confirmada com a direção do clube e estafe do atleta. 

Com acordo para um salário de aproximadamente R$ 450 mil e ainda luvas na faixa de R$ 4 milhões, Jadson reduziu bastante a pedida que havia feito inicialmente, por rendimentos de cerca de R$ 600 mil e ainda R$ 10 milhões de premiação no contrato. Nesse momento, os departamentos jurídicos do Corinthians e do atleta trocam documentos para formalizar o anúncio e a assinatura do vínculo válido até o fim de 2018. 

Desde a última quinta-feira, a negociação havia parado no recuo do Corinthians por um contrato de três temporadas para uma oferta por apenas dois anos de vínculo. Essa não era a intenção de Jadson, que cedeu nas últimas horas para voltar ao clube em que foi campeão brasileiro em 2015. 

A negociação entre Corinthians e Jadson começou tão logo o atleta conseguiu rescindir o contrato com o Tianjin Quianjian, no último dia 16. Desde o início, o atleta priorizou voltar ao time treinado por Fábio Carille, apesar do interesse de Atlético-MG, Grêmio e São Paulo. No fim das contas, nenhuma das equipes apresentou oferta, o que deu mais poder de barganha à direção corintiana no negócio. 

O acordo ocorre 13 meses depois de o meio-campista deixar o Parque São Jorge como destaque do time campeão brasileiro de 2015. Jadson chegou ao Corinthians em fevereiro de 2014, após a polêmica troca com o Alexandre Pato, que se transferiu para o São Paulo. Durante 23 meses, o meia disputou 103 jogos, com 24 gols marcados.

Jadson se destacou sobretudo nas bolas paradas. Ele, por exemplo, é responsável pelos últimos cinco gols de falta do time do Corinthians (foram dois em 2014 e três no ano seguinte). Além disso, Jadson o meia 100% de aproveitamento nas cobranças de pênaltis, com oito chutes certos na marca da cal. 

Na China, o meia de 33 anos teve passagem importante e contribuiu diretamente com o acesso do Tianjin Quanjian-CHN. Ele foi destaque em assistências e titular absoluto com o treinador Fabio Cannavaro, mas perdeu espaço com a chegada de outros estrangeiros, como o belga Axel Witsel e ainda Alexandre Pato. 

Depois da saída de Jadson, o Corinthians encontrou dificuldades para remontar o meio-campo, que também perdeu Elias e Renato Augusto. O clube contratou Giovanni Augusto, Marlone, Guilherme e Marquinhos Gabriel, mas não conseguiu mostrar o mesmo desempenho. Fábio Carille considera o meia de 33 anos um diferencial para 2017 e deve dar a ele o mesmo lugar que ocupava na equipe de Tite, à direita do meio-campo. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos