Jornal fala em "tsunami" na arbitragem espanhola após polêmica com Barça

Do UOL, em São Paulo

O gol legítimo do Barcelona não validado no empate por 1 a 1 contra o Betis, no último fim de semana, provocou um tsunami na arbitragem do futebol espanhol, publica nesta terça-feira o jornal catalão "Sport" em sua capa.

De acordo com a publicação, o chefe da arbitragem da Fifa, Pierluigi Collina, pediu explicações à federação espanhola sobre o ocorrido. E ainda teria solicitado ao presidente da entidade, Angél Maria Villar, atitudes para evitar novas polêmicas.

Já o presidente do Comitê Técnico de Árbitros, Manuel Díaz Vega, ligou para o árbitro José Alejandro Hernández e fez críticas à sua atuação, informa o "Sport". Na avaliação de Díaz, o juiz deveria ter ignorado a marcação do assistente, já que estava em posição adequada para ver se a bola tinha cruzado a linha do gol.

O lance em questão aconteceu aos 31min da etapa final, quando o Barcelona já estava atrás no placar. Após um corte de Mandi, a bola cruzou totalmente a linha do gol antes de o defensor cortar e vê-la bater no travessão antes de ser afastada para longe. O árbitro e o bandeirinha não viram e mandaram o jogo seguir.

Para finalizar, o jornal insinua que os árbitros estão com medo de apitar os jogos do Barcelona por conta das frequentes polêmicas relacionadas à arbitragem. Os jogadores do clube, por outro lado, estariam cobrando uma postura mais dura da diretoria para evitar novos erros.

O tropeço deixou o Barcelona mais longe do Real Madrid na classificação do Campeonato Espanhol. Com um jogo a mais do que o rival, o time catalão está quatro pontos atrás do líder.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos